domingo, 9 de dezembro de 2012

Garmin empresa séria que resolve!! Forerunner 610 mais que consertado


Quem acompanhou minha sequência de artigos sobre relógios de corrida sabe que possuo um Garmin Forerunner 610, o qual vinha sendo meu imenso e fiel companheiro de corrida por mais de um ano.  Mas nem tudo ocorreu de maneira perfeita nestes 12 meses de uso. Vale a pena contar a história toda.

Logo no começo eu tive um problema, um tipo de alergia causado pelo desgaste irregular da parte posterior do relógio. Isso me causava feridas e me obrigava a usar o Forerunner 610 algumas vezes no braço esquerdo e depois no braço direito para minimizar os ferimentos. Depois de alguns meses o relógio ficou bastante desgastado (apenas na parte traseira) e parou de gerar em mim estas feridas.
inicialmente este desgaste causava ferimentos em meu braço

Estes eram os ferimentos e se insistisse no uso gerava sangramento no braço

O relógio havia sido comprado em outubro de 2011 e já no mês de novembro, um mês de uso tive estes problemas. Na ocasião eu mandei um e-mail para o suporte da Garmin nos EUA e fui orientado a enviar o relógio para eles avaliarem e provavelmente mandariam de volta um novo em garantia. Mas como eu já sabia que para receber pelo correio o relógio vindo dos EUA eu teria de pagar um módico imposto de importação que estimei cerca de R$ 700 a R$ 800, desisti da ação. Veja abaixo um pedaço do e-mail que recebi da Garmin explicando esta situação:


“I will be happy to assist you. We have no problem at all exchanging your Forerunner 610 out under warranty. One thing you may want to consider before you set up the exchange. Because you are in Brazil this will be considered an International order which means there may be customs, brokerage and duties that need to be paid before you can pick up the watch. These fees combined could be well over the value of the 610. I would suggest that you locate a dealer (or original retailer) in your country that could possibly replace the unit for you to cut down on cost. If that isn't an option, let me know and I will set up the exchange…”

Desisti da troca e segui usando o relógio alternando os braços, quando começava a machucar eu trocava e deixava o outro braço se recuperar. E assim fui usando por mais alguns meses. Por volta de março de 2012 percebi que apesar da parte traseira do relógio estar absolutamente gasta, não mais tinha o problema de ferimentos podia usar o relógio sempre no mesmo braço. Isso foi muito útil porque foi nesta época que comecei a fazer os testes com vários relógios de corrida e publicar em meu site:

Correndo com um computador no pulso – parte 1 - Polar RS200SD e Garmin 405
Correndo com um computador no pulso – parte 2 - Garmin Forerunner 610
Correndo com um computador no pulso – parte 3 - Motorola MOTOACTV
Correndo com um computador no pulso – parte 4 - Nike+ GPS 

A foto abaixo mostra como ficou a parte traseira do relógio depois que se desgastou absolutamente e parou de me causar ferimentos.
610 com a parte traseira toda desgastada, mas não me ferindo mais

Sendo prático e objetivo eu não tinha mais problemas uma vez que os ferimentos não apareciam mais e a parte “feia” do relógio (que, aliás, acho o 610 lindo demais), ficava escondida em contato com minha pele. Como disse segui usando o Garmin Forerunner 610 por meses a fio comparando-o com outros relógios e fazendo meus testes. E obviamente bastante satisfeito com sua utilização e resultados que a cada treino em sincronizava com o site da Garmin, alimentando o histórico das minhas corridas.

Segui assim até outubro de 2012, logo após o relógio ter completado um ano, feliz da vida com sua utilização. Mas certo dia, ao olhar para ele vi que a marcação da hora estava errada!! Achei muito estranho porque eu havia treinado no dia anterior e toda vez que o GPS é usado o Garmin aproveita e sincroniza o relógio com a “hora oficial mundial”, ou seja, meu relógio sempre tinha o horário mais preciso que eu poderia desejar!! Percebi que a hora estava errada porque o relógio estava “congelado”, o indicador de segundos não se movia. Há um procedimento que consiste em apertar os botões em determinada ordem que força o desligamento do relógio. Falando em linguagem de computador era como fazer um “reset” e um “reboot” do Forerunner. Isso deveria bastar. Não bastou... Observe a sequência de fotos abaixo.

 
Ao pressionar os botões o relógio “ameaçava” um desligamento normal

O 610 entrava em processo de desligamento e às vezes travava nesta tela

Na maioria das vezes ele congelava desta maneira


Não importava o que eu fizesse. O relógio nunca mais mostrou a tela padrão com o horário e sempre que tentava religá-lo travava em uma das telas acima.
Como eu tivera sucesso na interação com o suporte técnico da Garmin na ocasião do relógio provocando ferimentos no meu braço, as respostas aos e-mails eram ágeis e objetivas (embora na ocasião por conta do custo não mandei o relógio para os EUA), resolvi tentar novamente. Todas estas fotos que mostro neste texto são dos respectivos e-mails que troquei com o suporte da Garmin. Fiz um e-mail bem completo mostrando desde o problema original com o ferimento no meu braço e explicando no melhor inglês que pude o novo problema com o travamento do relógio.

Eu esperava que o pessoal do suporte americano me ensinasse uma instrução miraculosa, uma combinação não documentada de teclas a ser pressionada que tiraria meu Forerunner 610 daquela incômoda situação. Mas a resposta que eu obtive foi ainda melhor. Ele pediu meus dados de contato, endereço completo e ainda agradeceu por um relato tão minucioso do problema e disse que brevemente me daria instruções para que eu tivesse meu relógio consertado. Era questão de esperar um pouco.

Mas antes dele me responder eu mandei outro e-mail contando para ele uma informação que não era um mero detalhe!! Eu comprara o relógio no começo de outubro de 2011 e o travamento fatal aconteceu no final de outubro de 2012. Assim dessa forma o prazo da garantia estava oficialmente expirado (mais de um ano se passara). Claro que eu queria uma solução, se fosse usando a garantia tanto melhor. Mas o que eu falei para eles é que não pagando pelo serviço ou pagando eu queria ter o meu relógio em funcionamento novamente.

 O e-mail seguinte vindo da Garmin americana foi motivo de alegria e comemoração! Inicialmente ele me disse que o relógio seria reparado considerando-o ainda no prazo de garantia!! Depois ele me avisou que um representante da Garmin Brasil iria entrar em contato comigo e que eu seria atendido a partir de então pela Garmin no Brasil (possivelmente a Garmin abriu operação oficial no Brasil ao longo do ano de 2012). Poucos dias depois fui procurado pela Garmin Brasil, contei novamente a história para eles (reenviei meu e-mail original traduzindo do inglês para português). Sucesso!!

Teria apenas que preencher alguns formulários para reparo em garantia, enviar para eles o relógio e nota fiscal de compra, etc. Opa!!! Um relógio comprado nos EUA 13 meses antes, eu duvidava ter este recibo de compra comigo... Poderia ser um problema. Não foi!! Eu havia comprado o relógio pela AMAZON.COM um ano antes e eu tinha nos meus e-mails cópia do pedido (emitido pela AMAZON) e o e-mail com a informação sobre o despacho e a entrega do relógio no endereço que eu me encontrara nos EUA na ocasião da aquisição. Estes documentos foram aceitos como prova de compra, mesmo sem ter a nota fiscal e completei o que precisava para a remessa.

Fiz o envio via SEDEX para o escritório da Garmin no dia 13 de novembro passado. Segundo explicações recebidas eu deveria ter o relógio devolvido reparado em 30 dias. Era questão de esperar. Esperei e já tinha até momentaneamente me esquecido do assunto quando no dia 08 de dezembro (25 dias após), era um dia bem quente em São Paulo, recebo em minha casa um pacote cujo remente era a Garmin do Brasil. As fotos abaixo resumem o que aconteceu.
Sedex recebido cujo remetente era Garmin do Brasil

Pacote aberto e a minha feliz surpresa, retornara o Garmin Forerunner 610

Não apenas foi consertado, mas recebi um Garmin Forerunner 610 completamente novo

Deste caso eu posso tirar muitas conclusões e muitas lições!! O consumidor pode e deve exercer os seus direitos. Eu me dirigi à Garmin com toda educação e respeito relatando problemas que eu experimentara com o produto. Um produto que para mim era essencial para o registro de minhas corridas e treinos. Fui muito bem atendido!! E como foi providencial a Garmin ter estabelecido um escritório no Brasil onde ela efetua as operações comerciais e de suporte técnico para seus clientes.

Esta história toda me faz lembrar MUITO uma frase que ouço amiúde proferida pelo brilhante jornalista, radialista, excepcional e veterano profissional, José Paulo de Andrade, da rádio e TV Bandeirantes. Quando ele lê relatos de atendimento ao consumidor em seu programa ele resume com a frase “empresa séria não discute, empresa séria resolve o problema”. Talvez se fosse outra empresa menos comprometida com a relação com seus clientes poderia ter alegado que o prazo de garantia havia expirado (mesmo que por duas semanas) e não poderia atender. Poderia ter alegado que o problema fora causado por mau uso e não poderia atender (não foi isso, mas poderia ser alegado). Poderia ter alegado que como eu não tinha a nota fiscal (apenas o pedido da loja AMAZON) isso não poderia ser considerado como prova de compra do relógio. Mas não. A Garmin não fez nada disso. Ela me respeitou como consumidor. Ela resolveu o meu problema. Eu já teria ficado satisfeito em ter o meu próprio relógio reparado e devolvido e pagando pelo serviço. Mas recebi um exemplar novo do 610.

Possivelmente o que aconteceu comigo, desde o ferimento no braço até o travamento fatal e definitivo do Forerunner 610 foram considerados como inadmissíveis por eles para um produto refinado e sofisticado (era até recentemente o “topo de linha” da empresa). Não duvido que meu relógio tenha sido enviado para os EUA para análise detalhada e que pode resultar no aperfeiçoamento de um produto que eu já considerava fantástico. Recebi um relógio novíssimo, lacrado, na caixa. Final feliz para mim e se já considerava a Garmin uma empresa com bons produtos, hoje eu a considero ainda mais pela seriedade e respeito ao seu cliente. Quisera eu que tantas outras empresas tivessem uma fração da postura que ela demonstrou...

73 comentários:

  1. Muito legal sua história. É bom saber que ainda existem empresas preocupadas com o consumidor. Abaixo segue um link com uma história muito parecida com a sua.
    http://info.abril.com.br/noticias/extras/eu-tim-cook-e-um-iphone-com-defeito-29102012-71.shl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo, obrigado pelas palavras e é realmente um alívio termos este tipo de justo e correto tratamento. Pena que é mais exceção do que regra, tipo o "homem que mordeu o cachorro". A história do iPhone que você citou é bem interessante, eu tinha lido na revista!! Abraços

      Excluir
    2. Flávio muito legal sua história e parabéns pela persistência.
      Tenho um 610 também e para o.meu azar o vidro quebrou.
      Você tem ideia onde posso conseguir troca lo ja que foi comprado nos Eua?
      Abs
      Marcelo

      Excluir
    3. Oi Marcelo, sinto muito pela imensa demora. Obrigado pela força!!
      Se ainda está na garantia você pode tentar falar com support@garmin.com e Moyses.Balena@garmin.com sendo o segundo email de uma pessoa do Brasil.

      Excluir
    4. Coincidencia ou não o meu 610 também me dá alergia no pulso.

      Excluir
  2. Depois da troca pelo novo sua alergia continua ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcos que bom continuar interagindo com você aqui no FXREVIEW!!
      Eu recebi o relógio faz 5 dias. Não teria dado tempo para a alergia se manifestar (só dois treinos). Vou contar depois se parou de vez... Grande abraço

      Excluir
    2. Caro Flávio, você e o Piropo sempre terão ao meno 01 leitor ! :)

      Abraços Marcos !

      Excluir
    3. Graaaande Marcos ótimo contar com você como leitor e vamos seguir trocando ideias como fizemos por anos no FPC!!! Abraços

      Excluir
  3. Uma história com final feliz, vamos torcer para que as alergias não comecem novamanete, se todas empresas atuassem dessa forma não precisariamos de PROCON.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Flavio, meu xará, a alergia ainda não apareceu, mas vou contar para vocês o progresso desse assunto. E espero mesmo não precisar contar com Procon pois brigar com empresas é algo muito chato. Abs

      Excluir
  4. Bem diferente da postura da Polar e da Proximus, assistência autorizada da marca no Brasil, tiveram comigo. Tenho um Polar RS300X que apresentou a pulseira rachada prematuramente e malfuncionamento do display. Levei na oficina da Proximus na Vila Mariana AINDA NA GARANTIA e eles simplesmente argumentaram que como havia comprado pela Amazon não estava na garantia. Paguei o absurdo concerto da pulseira nova e a troca da bateria. Pasmem que dentro do frequencímetro que deveria ser à prova d'água havia uma enorme oxidação. Detalhe que nunca usei o aparelho para esportes aquáticos. Mesmo por que a profunidade que na tampa consta como a máxima suportada eu jamais me arriscaria a nadar, meu desempenho na água é idêntico ao machado sem cabo. Não concordei com isso e até havia escrito a inicial da ação contra a Polar e a Proximus. Mas no meu cotidiano atribulado da advocacia nunca tinha tempo. Por fim decidi deixar isso de lado. Apesar de achar os produtos da Polar bons eu NÃO RECOMENDO, pois, como você bem salientou: empresa séria não discute mas RESOLVE o problema. Atualmente estou encostado recuperando de uma "canelite" e o Polar RS300x está guardado na gaveta. Acho que comprarei um Garming com GPS e venderei o meu Polar ou darei para minha namorada. Polar NUNCA MAIS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ricardo, legal você ter dado este seu testemunho!! É uma pena muito grande a POLAR ou seu representante ter este tipo de postura. A propósito, eu nem comentei no texto, mas tive várias pulseiras que se fragilizaram e quebraram com POLAR e GARMIN. Antes da GARMIN ter presença oficial no Brasil cheguei a procurar o representante que queria me cobrar algo como R$ 190 pela pulseira enquanto na minha primeira viagem para os EUA comprei pela AMAZON o "kit" (pulseira mais ferramenta para a troca) por US$ 19 (5 VEZES MENOS).
      E sobre o seu caso, olha que eu acho ÓTIMOS os produtos da POLAR. Pena mesmo eles terem essa postura "pequena" com o clientes aqui no Brasil.

      Excluir
  5. Olá Flávio.
    Li seus comentários sobre os GPSs e gostei muito. Vc escreve de maneira muito agradável ao leitor. Minha experiência recente: tive, por alguns anos o Forerunner 305 - excelente. Acontece que os botões de borracha integrados à carcaça do relógio se desgastaram com o suor e levei à autorizada - a única - Teodonível, em São Paulo. Me informaram que não tinha conserto, que teria que trocar a carcaça e que eles não dispunham. Ou seja, perdi o relógio. O engraçado é que o técnico me abordou na saída, me dando o telefone em um papelzinho de alguém que teria. Pensei na hora: deve ser mercado paralelo e não quero. O relógio estava perfeito, foi uma pena. Resolvi, apesar da "falta de sorte" comprar o 610 e já treinei 3 vezes com ele. Não me arrependi. É muito bom. A traseira dele, no entanto é diferente do seu. Não há impressão com tinta ( o que pode ter causado alergia) e sim uma plaquinha bem colocada. O seu e o meu são de Taiwan, portanto, devem ter corrigido o problema, inclusive, com sua ajuda.
    Abraço
    Oscar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Oscar, obrigado por seu comentário e por suas gentis palavras sobre o meu texto!!! Que chata a sua experiência com seu 305, também um ótimo e clássico modelo da GARMIN!! Já que você aderiu ao 610, bem vindo ao clube, é um super produto mesmo!! E achei MUITO INTERESSANTE você ter contado que a parte traseira é diferente das fotos de meu texto. Eu "cantei essa bola" para eles em novembro/dezembro de 2011. Se eles mudaram por minha causa eu não sei dizer, mas nem importa. O que importa é que eles resolveram. Este meu 610 novo eu ainda nem abri pois estou concluindo minha fase de testes com o NIKE+ GPS, outro relógio sobre o qual também escrevi recentemente... Um grande abraço!!

      Excluir
  6. Estou lendo os comentários das pessoas... tenho um infame Casio f-91w, que é um relógio comum (extremamente comum)... e eu sou do tipo que transpiro muito, muito mesmo... uso o relógio todo dia e o mesmo (que é feito de boracha bem simples) não racha, não quebra, não mancha... não entra água, não enferruja...

    Se eu comprar um relógio para este tipo de função ficaria extremamente frustado se o mesmo não tivesse, pelo menos, a "resistência" do meu CASIO...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Noooossa Marco, isso que é resistência!! Impressionante este Casio. Os fabricantes deveriam aprender com esses japoneses!!!! Abração

      Excluir
  7. Caro Flávio:
    Tenho um Garmin Forerunner 610 desde julho de 2011. Adoro o relógio...simplesmente fantástico! Essa semana, infelizmente, aconteceram dois problemas: a pulseira quebrou (fruto do uso, naturalmente) e, o pior, ele travou naquela tela escura.
    Já tentei reiniciar várias vezes, recarregar...não sei o que fazer. Coincidentemente, estarei indo aos Estados Unidos no início de janeiro de 2013. Estou na dúvida, vale à pena consertá-lo ou seria mais viável comprar um novo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Marcos, quanto à pulseira, eu já comprei na AMAZON por US$ 19 (vem com a ferramenta para desmontar e trocar), super fácil. Quanto ao travamento, se for igual ao meu... Não tem jeito, trocaram o relógio, não consegui resolver de outra forma. No seu caso a garantia já venceu há mais de 6 meses e por isso seria difícil a troca, mas quem sabe não valha a pena tentar... Em último caso compra outro nos EUA, mais barato. Venha aqui contar depois, seria legal saber o final desta história. Obrigado. Ótimo 2013!!! Abraços

      Excluir
  8. Boa noite,
    Enfrento o mesmo problema com a tampa traseira do 610, sem a nota, e eles enviaram a autorização de troca, que encaminharei amanhã, com o relógio e os acessórios.
    Fica a pergunta:
    O equipamento veio com um material diferente na tampa traseira, ou seja, parou de corroer?
    Obrigado.
    Luz e Paz.
    Walteno@hotmail.com
    (por favor, responda no meu email)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Walteno que legal que para você o desfecho do problema se deu da mesma correta forma!! Empresa séria não discute, resolve!!

      Possivelmente o metal, a tinta ou algo do tipo mudou, embora a aparência seja a mesma, pois estou usando o 610 de novo desde dezembro (dois meses e meio) e nada me aconteceu, nada de me machucar. Abraços

      Excluir
  9. Caro Flavio,

    Comprei o meu Garmin 610 em 2012, em junho, também no site da Amazon.com. Com mais ou menos 4 meses de uso, percebi que uma das borrachinhas azuis, que ficam em cada botão, mas especificamente a do botão power/light estava rachada, com um corte, e com o passar do tempo, apareceu a segunda rachadura na borracha, ficando partida em três pedaços. Mas nunca comprometeu o uso do relógio, o qual continuou funcionando perfeitamente. Depois apareceu um corte na borracha azul do botão star/stop. Outro detalhe importante também que percebi desde o início, é que com três ou quatro treinos, começou a aparecer uma sujeira azulada entre a vedação da tampa traseira (metálica) e a parte preta de cima (emborrachada), daí eu sempre limpava essas manchas azuladas que começaram a aparecer, e com o tempo essa tampa traseira metálica começou a apresentar umas bolhas na parte metálica, como se essa parte metálica tivesse apresentando corrosões. Vale lembrar que nunca o usei na praia, e nem moro no litoral (moro em Belém - PA). Por último, aconteceu hoje, de o botão power/light cair, o qual já tinha a borrachinha azul partida em três pedaços. Todavia, ao tentar colocar o botão de volta no lugar, ele não fixa mais, o que me impede de usar o relógio, visto que tenho receio de entrar líquido (suor) caso vá usá-lo sem esse botão. Quando li o seu relato me animei um pouco, pois achava que nunca poderia ser coberto pela garantia aqui no Brasil, já que comprei na Amazon.com. Gostaria que você me informasse o procedimento a ser feito para que eu possa resolver esse problema. Lembrando que ainda estou no prazo da garantia, pelo menos nos EUA, já que foi comprado em junho de 2012. Desde já agradeço a atenção.

    Abraço.

    Marcelo Veloso (msveloso@gmail.com).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Marcelo com certeza seu relógio pode ser coberto pela garantia, está 100% dentro do prazo.
      Como contei no texto eu inicialmente mandei um e-mail para o suporte nos EUA e depois eles me direcionaram para o suporte aqui no Brasil. O e-mail que eu usei foi o product.support@garmin.com
      Espero que você tenha o mesmo sucesso que eu!! Grande abraço

      Excluir
  10. Engraçado, minha história é bastante parecida. Comprei o meu 610 pelo ebay em novembro de 2011. Em junho de 2012 ele começou a apresentar o defeito relatado por você, com a tela congelada com o símbolo Garmin. E desde então funciona de modo intermitente, sempre travando no meio do treino. Já tentei de tudo, inclusive restaurando defalut, reinstalando o firmware, etc. Mas o probela continua. Muito chato isso, porque é um dispositivo muito caro e eu adoro treinar com ele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem parecida mesmo. Acho que vale a pena você tentar a assistência técnica daqui co Brasil que se mostrou muito eficiente. Melhor gastar um pouco e consertar do que comprar um novo. Vai que eles reconhecem algum defeito de fabricação e não trocam para você também... Abs

      Excluir
  11. Olá Corredor!!!
    Digitei no google a frase "suporte técnico garmin 610" e achei sua página.
    O seu relato é muito semelhante ao problema que aconteceu com o meu Garmin. A diferença está na tela. A sua estava congelada. A tela do meu garmin fica piscando. E agora? O que devo fazer? Comprei nos EUA em 2011 e não tenho mais a nota fiscal.
    Abraços.
    Eduardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Eduardo, que coisa interessante!! A minha página aparecer no topo da pesquisa é bem curioso. De toda forma pelo tempo que você já tem o relógio acho difícil que troquem em garantia, MAS como existe a assistência técnica por aqui, e com bom atendimento, vale a pena você tentar obter um orçamento para arrumar o relógio, que é ótimo. Abs

      Excluir
  12. alguem sabe me dizer onde eu encontro uma assistencia tecnica do garmin forerunner 305

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Marcos Corre penso que a assistência da Garmin no Brasil é única e atende todos os modelos. Abs

      Excluir
  13. Eu tenho um relato um pouco diferente quanto ao suporte da Garmin. Meu 610 funcionou por apenas 3 meses, apresentando problemas semelhantes aos relatados aqui, o que me faz pensar que este produto é de baixa qualidade, apesar de caro, e estou percebendo um certo descaso. Já faz mais de uma semana que enviei o produto para avaliação e eles nem me respondem, apesar de várias consultas feitas, se ao menos o receberam e só me falam para aguardar de 15 a 30 dias após receberem! Ou seja, de 15 a 30 dias a partir de quando, se não me respondem se receberam ou não? Foi caro, não funcionou quase nada e suporte ruim! E para meu desespero, tem vários relatos deste tipo no RECLAMEAQUI.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Edson é uma pena que para você a situação está dando problema. Claro que você pode e deve reclamar e tentar obter seus direitos. Legal compartilhar aqui também este caso complicado que espero que fique logo descomplicado. Abs

      Excluir
  14. Amigo, a pulseira do meu 610 partiu, comprei ele em dezembro de 2012! Inclusive ele apresenta sinais de oxidação na parte traseira! Seria passível de troca? Qual a empresa responsável pela assistência? Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jonas. Penso que com certeza sim, está na garantia.
      Eu falei com Moyses Balena da Garmin do Brasil - Moyses.Balena@garmin.com

      Excluir
  15. Meu problema ainda não foi resolvido. Desde o dia 21/08 dizem que o meu aparelho está com um dos técnicos e nada até agora. Não atendem telefone e nem respondem emails. Desrespeito total com o consumidor. GARMIN NUNCA MAIS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Edson obrigado por seu testemunho. Pena mesmo que para você não deu certo. Será que nesta semana não fica pronto? Eles me atenderam muito bem.

      Excluir
  16. Boa tarde Flavio,
    Não tive a mesma sorte que você, comprei um Garmin 610 por R$1.500,00 (suados) há 10 meses na loja da Netshoes, e o touch do lado esquerdo parou de funcionar. Já escrevi para a Garmin Suppot Brazil (com "Z", la garantia soy jô...)e nem se deram ao trabalho de me responder, mesmo estando na garatia e com Nota fiscal que passei digitalizado pra eles. O local onde vc envia pedido de garantia do site oficial Garmin, sequer emite um número de protocolo de atendimento. Garmin nunca mais...e vou esgotar as tentativas de garantia do produto, seja via amigável ou judiciais.
    Admir
    agm7@uol.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro André estou passado com seu relato. O que terá mudado!!
      Você já tentou via Netshoes?? Afinal a loja é solidária com o fabricante nesta hora!! Que coisa!! Espero que resolva!!!!!!
      Abraços

      Excluir
    2. Vou te dar uma dica. Quando eu consegui dar andamento ao meu caso, como pode ter lido no texto eu iniciei o atendimento pelo suporte americano (em inglês). O americano passou o caso para o suporte do Brasil que deu sequência. Será que vale a pena tentar uma vez mais por este caminho?? Abs

      Excluir
  17. Infelizmente é isto mesmo, também ainda não consegui qualquer resposta sobre o meu, não respondem email e nem atualizam o site. Produto ruim e assistência técnica pior ainda. GARMIN NUNCA MAIS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edson triste, bem triste. TEm um relato acima de teor semelhante ao seu, falta de resposta. Na verdade falta de respeito!!!!
      Vou te dar uma dica. Quando eu consegui dar andamento ao meu caso, como pode ter lido no texto eu iniciei o atendimento pelo suporte americano (em inglês). O americano passou o caso para o suporte do Brasil que deu sequência. Será que vale a pena tentar uma vez mais por este caminho?? Abs

      Excluir
  18. Já fiz isto há muito tempo e me responderam que nada podiam fazer, que eu teria que tratar com a assistência aqui no Brasil mesmo. Tentei um outro caminho, enviando um email para Brazil.Inquiries@garmin.com. Me responderam que não era o caminho correto mas, após contar a minha estória, deram um jeito. Parece que agora vou receber um relógio novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Edson!! Pena que te deu tanto trabalho!! Mas ao menos parece que vão te atender!! Não deixe de compartilhar conosco!! Obrigado. Abs

      Excluir
  19. Boa tarde.

    Recebi mesmo um novo relógio, aliás, se alguém estiver interessado, estou vendendo-o.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Edson!! Que ótimo que trocaram o seu relógio, como no meu caso. Mas porque está vendendo?? Abs

      Excluir
  20. Olá. Como demoraram muito, acabei comprando um GPS da Timex e por isto pretendo vender o da Garmin, já que é novo, na caixa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto quer pelo relógio? e o possui ainda gentileza entrar em contato.

      Excluir
  21. Existe algum telefone para que possamos falar direto na Garmin Brasil?

    ResponderExcluir
  22. Oi Flavio, td bem? Li sua historia e os diversos comentarios dos amigos usuarios.
    Meu Garmin 610, comprado na Amazon, esta semana 20 a 27 de outubro, 2013, mesmo com mais de 50% de carga, acusa bateria fraca e quando coloco para carregar, liga, mas nao entra na opcao carregar e desliga.
    Será que voce pode me indicar o representante no Brasil, da Garmin? ATT.
    Obrigado. Lewisghton - jldlamor@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Garantia !! Você tem todo o direito.
      Tente o support@garmin.com em inglês que ele te redireciona.
      Mas eu falei aqui no Brasil com Moyses.Balena@garmin.com

      Excluir
  23. Oi Flávio , Beleza? Possuo o mesmo relogio que você e cometi a infelicidade de arranhá-lo sem querer na minha casa, o arranhão é profundo, deixando um relógio novinho que acabei de comprar feio, gostaria de resolver o problema do arranhão. Existe Algum telefone de alguma autorizada da Garmin no Brasil para que eu possa ligar e comprar um novo vidro, pois eu levei na Relojoaria perto de minha casa, e o rapaz me falou que poderia danificar o relógio se ele tentasse polir para tirar o arranhão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo. O vidro é especial porque o relógio é TOUCH.
      Tente support@garmin.com e Moyses.Balena@garmin.com

      Excluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Bom dia Flavio!
    Hoje presenciei um comportamento estranho ao colocar meu garmin 610 pra carregar.
    Ele fica rebootando intermitentemente e logo em seguida
    fica um ruido estranho intermitente tipo ponteiro de relógio trabalhando
    depois de algum tempo liga aparece a mensagem "a carregar 100%" fica uns segundos
    depois começa o reboot intermitente novamente.
    Enfim, o equipamento está muito estranho.
    Depois de um tempo todo maluco ele começou a descarregar
    em vez de andar pra frente ele andava pra trás, aparece A CARREGAR 97% 96% 95%....
    Sabe me dizer se está com problemas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Rodrigo, este "andar para trás" já aconteceu com o meu uma vez. Eu acho que é uma forma dele "se achar" com a medição de carga. Ele drena toda a força do relógio e depois que carrega de novo até 100% fica OK. Pelo menos o meu ficou OK. Embora o meu não tinha ficado rebootando... No final, deu certo?? Abs

      Excluir
  26. Bom saber que funciona. Acho que eles terão que rever algo no modelo, o meu esta todo oxidado na parte de trás, hoje o visor começou a ficar embaçado e o relógio começou a fazer uma série de barulhos quando estava no pulso.
    Já abri um chamado para reparo, vamos ver o tratamento é padrão para todos. Espero que sim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Serginho, como ficou seu relógio? Deu certo para você acionar a Garmin?? Conte para nós?? Obrigado.

      Excluir
  27. Oi Flavio. Gostaria de ouvir sua opinião. Dei um mergulho na piscina por menos de 5 mi utos com meu 610. Agora parece que a tela as vezes funciona, as vezes não. Sinto que ele continua funcionando, mas as vezes desaparece tudo na tela. Tudo isso há dois dias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo não acho que tem a ver com o mergulho. Eu entro na piscina, tomo banho com o 610, inclusive em banheira, banhos demorados, afinal eu tenho o hábito de ler na banheira (rsrsrs) e nunca tive problemas. A não ser que tenha mergulhado em profundidades maiores como mais que 2 metros. Abraços

      Excluir
  28. Boa tarde Flavio Xandó, preciso de uma ajuda, pois comprei um Forerunner 610 em 2011, um amigo trouxe dos EUA, e sempre usava em minhas corridas, mas de um ano pra cá percebi que a frequência cardíaca marcada estava totalmente fora dos padrões, o equipamento acusava meus batimentos cardíacos em torno de 23 a 240 BPM. Parei de correr e fiz uma bateria de exames, que tiveram resultado normal, concluímos que o problema estava no frequencímetro. Comparei o desempenho com um Polar e a diferença é grande. Troquei a bateria da fita transmissora, fiz o reset e nada adiantou. parei de usar e está me fazendo falta. Tentei descobrir onde tem assistência técnica, sem sucesso.

    Poderia me dar o endereço, telefone, e-mail, enfim, os contatos da assistência técnica Garmin no Brasil, pois preciso consertá-lo.

    Obrigado pela ajuda.

    Robson Andrade
    (81) 9899-4654
    robson2109@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Robson sinto muitíssimo ter demorado para te responder! Tive problemas com as notificações do site. Eu quando fui atendido eu falei com support@garmin.com e Moyses.Balena@garmin.com sendo o segundo e-mail de uma pessoa aqui no Brasil

      Excluir
  29. Olá amigos, usuários do Garmin610, tenho o meu desde julho de 2012, funcionamento correto, porém com alta corrosão na parte da coroa inferior, alguém sabe informar se já foi melhorado o material e parou a oxidação, assim avaliarei se compensa ou não a troca na autorizada... obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ronny! Eu tive o meu relógio trocado, como contei no texto Mas agora, quase 2 anos depois o relógio está funcionando 100%, mas de novo corroeu a parte traseira. demorou bem mais que o primeiro, que indica um material melhor. Eu por minha própria conta e risco passei uma lixa bem fina na parte de trás do relógio e parou de me machucar. Não é a melhor solução, mas é uma solução.

      Excluir
  30. Flávio, quando você comprou seu relógio, comprou aqui em um site de fora? Amazon não envia. O problema na verdade é que esses relógios da Garmin são muito caros aqui no Brasil por conta dos impostos altíssimos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angelo quando eu comprei foi em uma ocasião que estava nos EUA e pedi para entregar lá. Aqui no Brasil este tipo de produto a Amazon não entrega e se entregar você vai pagar tanto frete e imposto que sairá mais caro que comprar aqui. Eles fazem isso de propósito.

      Excluir
  31. Que bom. Para mim deram um pé na bunda. Vou comprar de uma marca que não oxide.

    Prezado(a) cliente,

    Verificamos que seu produto encontra-se fora da garantia, neste caso gostaríamos de lhe oferecer o apoio do nosso suporte para análise técnica e geração de orçamento de reparo.

    Para tal fim, cobramos uma taxa de serviço no valor de R$ 99,00. Caso o produto tenha reparo e seja gerado um orçamento, esta taxa será abatida do valor do orçamento.

    Após efetuar o pagamento da taxa por favor anexe o comprovante no ticket.

    O prazo de retorno, do setor financeiro, é de até três dias úteis, para confirmação do pagamento.

    Assim que recebermos a confirmação do pagamento, informaremos o endereço e os procedimentos para envio do produto danificado.

    Seguem dados bancários para pagamento da taxa de serviço:

     GARMIN D. S. A. C. T. DO BRASIL LTDA
     CNPJ 08.219.530/0001-37
     Banco Itaú – código 341
     AG 0190
     CC _____

    Importante:

    Na ausência de resposta no período de 7 dias o ticket será encerrado.

    O prazo de retorno do aparelho a sua residência é de até 60 dias, a contar da data da chegada do aparelho com defeito no Suporte Técnico da Garmin, podendo ocorrer antes.

    Qualquer dúvida estamos a disposição.

    Suporte Técnico Garmin.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Eder, também tive o mesmo e decepcionante tratamento por parte da Garmin. Meu relógio Forerunner 210 simplesmente desintegrou. NO contato com a empresa deram-me a mesma resposta que enviaram-lhe, só que desta feita o valor (sem volta) foi de R$149,00. Um absurdo. Também já decidi pela compra de dispositivo de outra marca. Boa sorte para nós.

      Excluir
    2. Nilson, Como assim em Volta? Voce Pagou R$149,00 de taxa e nao fizeram o reparo?

      Excluir
  32. Marcelo, boa tarde! Você pode me ajudar com os contatos da garmin Brasil? Meu 620 que teoricamente é à prova dágua ate 50m afogou com o suor e a água de lavar rosto. Para minha surpresa a tela que é touch estava solta, não estava vedada. Preciso enviar para reparo. Não sei viver sem ele.

    ResponderExcluir
  33. Olá Flavio tudo bem , comigo aconteceu parecido só que recebi de presente e tive de enviar para a garmin. Esta desde o dia 12 de agosto parado no correio, pois eles esperam chegar uma remessa para enviar para a central da garmin em Sao Paulo. Fui procurar na internet e no site da Garmin eles disseram que os produtos que nao foram pago o imposto terão de pagar para eles. Como foi contigo?
    Abraços
    Teodoro.

    ResponderExcluir
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  35. Alou, Flavio. Muito bom você ter compartilhado conosco sua experiência. Tenho certeza que está sendo muito útil para os atletas corredores que usam essa ferramenta. Eu ganhei um Garmin Foreruner10, suponho que seja bem mais simples que o Foreruner610. O meu simplesmente apagou o display e não acende mais e a garantia passou há muito tempo. Será que compensa mandar consertar?

    ResponderExcluir
  36. Você precisa contratar um hacker licenciado que pode até comparecer ao tribunal. Se seu cônjuge enganar o contato, ele pode ajudá-lo. muito talentoso e imaculado, chamo-o de génio, fizemos algumas corridas juntos e estou sempre mais do que satisfeito com os seus serviços. Alguns dos truques que ele fez por mim foram clonar o telefone da minha namorada e bater minha pontuação de crédito em um número impressionante. Se precisar de tais serviços, envie um e-mail para CONTACT = INTEGRITYWEBHACKERS @ GMAIL.COM que oferece os melhores serviços, desde verificação de antecedentes, vigilância (inclui acesso a redes sociais, servidores escolares, iCloud e mais), infidelidade para rastreamento de pessoas, chats no Hackeie Viber, mensagens no Facebook e Yahoo Messenger.
    - Mudança de níveis universitários
    contas bancárias
    Excluir hack de registros criminais
    -Twitters hack
    corte de contas de email
    - Mudanças de hack de grau
    Hacking de sites caiu
    -Server travou
    -Skype hack
    -Dados hackeados
    - Corte do Word Press Blogs
    - Corte de computadores individuais
    - Controle de dispositivos hackeados remotamente
    -WHATSAPP hack
    Contas Paypal verificadas
    - Hack de Android e iPhone
    Hackear a interceptação de mensagens de texto
    interceptação de e-mail
    - IP rastreável etc.
    * carregamento de conta bancária
    ? hackear mídias sociais (Facebook, Instagram, snapchat etc.)
    ? Recarga de cartão de crédito?
    Limpando o departamento de cartão de crédito.
    ? hackear banco de dados,
    ?Transferência de dinheiro,
    ? Hacking de contas Paypal verificadas,
    ? hackear e-mail,
    ? Melhoria na pontuação da faculdade,
    ? Hack de Android e iPhone
    Recuperação de fundos BinaryOption.
    CONTACT = INTEGRITYWEBHACKERS @ GMAIL.COM
    Não perca mais tempo

    ResponderExcluir