quarta-feira, 19 de junho de 2019

PAPOFÁCIL #354 AMD completa 50 anos e repaginada se encontra em seu melhor momento

Alfio Fioravanti, Gerente de Vendas Corporativas, fala do atual portfólio de soluções que contempla o consumidor final com a linha Ryzen, a Epyc para servidores, a família Radeon de GPUs todas originadas de um reprojeto total de engenharia da empresa há alguns anos e que volta a conquistar a confiança dos fabricantes e consumidores neste momento muito importante que é o marco de 50 anos de empresa.

Gravado dia 13/06/2019 na AMD  

PAPOFÁCIL #354 AMD completa 50 anos e repaginada se encontra em seu melhor momento 







Fundada em 1969 como uma start-up do Vale do Silício, a jornada da AMD começou com dezenas de empregados focados em produtos semicondutores de ponta. Nos tornamos uma companhia de 10.000 pessoas, alcançando importantes indústrias pioneiras ao longo do caminho. 

Desde o início da minha carreira na engenharia até hoje, eu continuo impressionada com o impacto e o futuro potencial da tecnologia de semicondutores e estou extremamente orgulhosa de ver o quão longe nós chegamos.

A AMD hoje desenvolve computação e visualização de alto desempenho para solucionar alguns dos desafios mais difíceis e interessantes do mundo. Nunca houve um momento melhor para estar na indústria de semicondutores e estamos prontos para enfrentar os próximos 50 anos com computação de alto desempenho e soluções gráficas que transformam as nossas vidas.


- Lisa Su, Presidente e CEO

este texto foi originalmente publicado em http://www.papofacil.com.br/2019/06/354-amd.html





segunda-feira, 17 de junho de 2019

PAPOFÁCIL #353 Apdata Transformação Digital em Recursos Humanos

Silvania Sleiman, Diretora Comercial, fala da abrangência das soluções da empresa , que vem se aprimorando ao longo dos seus 35 anos (o sistema Global Antares) que além de promover a transformação digital na gestão de RH, internacionalizou-se nos últimos anos, tanto na atuação em outros países por meio de parcerias bem como provê uma solução de gestão de RH multi países, muito apropriada para empresas multinacionais pois consolida naturalmente todas as informações não importando a região ou legislação (que apresentam sensíveis variações de país para país).

Gravado dia 11/06/2019 na Apdata 

PAPOFÁCIL #353 Apdata Transformação Digital em Recursos Humanos 





Apdata aposta em conceito de inteligência artificial, produto global e parametrização nativa para se tornar a maior do mundo em 5 anos
Empresa de solução, serviço e consultoria em RH espera consolidar mercado até 2021

A Apdata, empresa de software, serviço e consultoria em RH, planeja se tornar a maior empresa de solução para Capital Humano do mundo, até 2021. Seu plano de expansão está pautado na consolidação do território brasileiro, além de atuar mais fortemente nos mercados americano e europeu, por meio de parceria com empresas locais.

Para atingir seus objetivos, a empresa vem investindo, constantemente, no desenvolvimento e inovação de seus produtos, para que esses se tornem cada vez mais global e capaz de atender qualquer empresa, de qualquer porte e segmento e em qualquer país. Única empresa brasileira a reescrever toda a tecnologia base de suas soluções, a Apdata trabalha com técnica denominada três camadas puras, incluindo interface, regras de negócios e banco de dados.

“Além de investirmos em alta tecnologia, acreditamos que, se atendemos a legislação brasileira, atendemos o mundo. Não temos um produto tropicalizado, desenvolvemos uma solução única para atender mundialmente. Além de ser multi-idioma, ainda contém a legislação de cada país. Criamos um CSC (Centro Compartilhado de Serviços) para testar nossos produtos, identificar as possíveis dificuldades de usabilidade, para então, levar ao mercado um produto eficaz e com ganho de produtividade. Estamos testando dentro de casa e, em breve, vamos lançar uma ferramenta 100% automatizada, com robôs responsáveis para atender toda demanda do RH de uma empresa”, destaca a presidente da Apdata, Luiza Nizoli.

Seu principal produto é o Global Antares (GA), solução integrada para a gestão e automação completa do capital humano dentro de uma companhia. Entre as facilidades apresentadas, a solução tem capacidade para executar em sete minutos uma folha de pagamentos com quatro mil funcionários, sem a necessidade de interação humana. Com 18 módulos, o software traz ferramentas de inteligência artificial para orientar todas as tarefas que devem ser executadas no RH em um só produto, totalmente online.

A automatização dos processos de RH com a solução Global Antares permite um aumento de 40% na produtividade. A ideia é usar a tecnologia para facilitar o dia-a-dia operacional dos profissionais de RH para que eles possam focar mais na estratégia de desenvolvimento do pessoal e crescimento da empresa.

Compatível com todos ERPs do mercado, o Global Antares suporta grande volume de dados e permite a configuração de acessos para os usuários conforme as políticas de cada empresa, com a opção de operar o sistema de locais diferentes (seja em outro país, empresa ou filial). Diferente de outros players de mercado que cobra altas taxas, a Apdata não cobra custos adicionais pelas atualizações, que podem ser feitas via Internet e Mobile.


Apdata investe em conceitos de inteligência artificial 
para automatizar o RH
A tecnologia do Global Antares (GA) é capaz de executar tarefas rotineiras de Recursos Humanos, sem intervenção manual, possibilitando aumentar em 40% a produtividade da área

Automatizar todos os processos operacionais de um departamento de Recursos Humanos para que os gestores possam focar no desenvolvimento de pessoas é o objetivo da Apdata, empresa de tecnologia, serviços de terceirização e consultoria em RH, ao oferecer soluções globais desenvolvidas no conceito de automatização de processos e inteligência artificial.

Para isso, a empresa criou seu principal produto, o Global Antares (GA) - composto por diversos módulos integrados como Folha de Pagamento, Benefícios, Orçamento de Pessoal, Controle de Frequência, Controle de Acesso e Segurança, Processos Judiciais, Pesquisas, Quadro de Pessoal, Cargos e Salários, Recrutamento e Seleção, Treinamento e Desenvolvimento, Gestão por Competências e Objetivos, Carreira e Sucessão, Medicina Ocupacional e Segurança do trabalho.

A solução GA ainda conta com um grupo de ferramentas que proporciona descentralização, interação e colaboração com a utilização do Portal de RH e o Aplicativo Mobile; integração com outros sistemas e ERPs de mercado e automatização dos processos por meio de usuários virtuais, um sistema robótico e inteligente, capaz de executar tarefas rotineiras com precisão e segurança, permitindo maior transparência e agilidade nos processos, eliminando erros e intervenção manual.

“A automatização dos processos de RH com a solução GA pode proporcionar um aumento de 40% na produtividade. A tecnologia é uma grande facilitadora no dia-a-dia operacional dos profissionais de RH para que eles possam focar mais na estratégia de desenvolvimento do pessoal e crescimento da empresa”, destaca Luiza Nizolli, presidente da Apdata.

O GA suporta grande volume de dados e permite a configuração de acessos para os usuários conforme as políticas de cada empresa, com a opção de operar o sistema de locais diferentes (seja em outro país, empresa ou filial). Seu design de interface foi desenvolvido para oferecer melhor navegabilidade, garantindo experiência de uso fácil, consistente e relevante..


“Além de investirmos em alta tecnologia, acreditamos que, se atendemos a legislação brasileira, atendemos o mundo. Desenvolvemos uma solução única para atender mundialmente. É flexível para atender leis e moedas de qualquer país, além de ser multi-idiomas”, acrescenta Luiza.



este texto foi originalmente publicado em http://www.papofacil.com.br/2019/06/353-apdata.html

sexta-feira, 14 de junho de 2019

PAPOFÁCIL #352 Easysapers transforma o mercado de consultorias de TI para SAP

Fabiano Sandaniel, COO e co-fundador, conta os as razões que em conjunto com seus sócios os motivaram a criar totalmente do zero uma plataforma digital para simplificar e agilizar muito os processos de contrações e gestão de equipes de trabalho para serviços em SAP com sensíveis reduções de custos, já contando neste momento com quase 700 colaboradores e diversos clientes.

Gravado dia 30/05/2019 na Easysapers 

PAPOFÁCIL #352 Easysapers transforma o mercado de consultorias de TI para SAP







Startup transforma o mercado de consultorias de TI

Easysapers criou uma plataforma digital que simplifica e agiliza em 80% todo o processo de contratação e gestão de serviços SAP por um custo que pode chegar a ser 63% menor


A Easysapers é uma startup que está revolucionando o modo como as empresas contratam consultores e serviços de desenvolvimento de aplicações e suporte a sistemas da fornecedora alemã de software, SAP. Tudo é feito por uma plataforma digital, reduzindo drasticamente o tempo de solicitação, entendimento de projeto, contratação e entrega dos serviços.

A forma tradicional (e mais comum no mercado) para uma empresa contratar serviços de consultorias de TI (Tecnologia da Informação) é totalmente offline e burocrática. Segundo a Easysapers, em sua plataforma, uma empresa consegue, por exemplo, buscar, selecionar e alocar consultores SAP de uma forma 80% mais rápida e por um valor até 63% menor, em comparação com as demais consultorias.

De uma maneira 100% digital, a plataforma e os serviços da Easysapers se propõem a resolver a burocracia na contratação de serviços para tecnologias da SAP e diminuir os altos custos relacionados à contratação de consultores SAP, profissionais que têm alta procura no mercado. 

A startup utiliza algoritmos e tecnologias avançadas (Inteligência Artificial e Machine Learning) para resolver desafios de negócio, inovação, tecnológicos e de transformação digital das empresas, sejam elas usuárias de sistemas SAP ou não.

Pioneirismo e disrupção

A Easysapers nasceu do inconformismo com os problemas existentes em se tratando do modelo atual de consultorias, como a falta de escalabilidade, agilidade e inovação do modelo tradicional.

Pioneira, a Easysapers causou uma disrupção no segmento de serviços de TI ao lançar, há menos de um ano (agosto de 2018), uma plataforma digital para alocação de profissionais SAP. A oferta inicial era a alocação pontual de profissionais SAP na plataforma de maneira que a Easysapers não fosse um intermediário, mas, sim, uma consultoria digital responsável por esses consultores e atuante na gestão das demandas e projetos.

No começo, o objetivo era diminuir drasticamente o tempo e o gasto nos processos para a contratação de profissionais SAP. Mas, já nas primeiras validações e ao conversar com nossos clientes, percebemos que poderíamos ir além e nos posicionarmos como um provedor de serviços e soluções para ajudar as empresas a transformarem os seus negócios com todo o portfólio de soluções em nuvem da SAP”, explica o cofundador e COO da Easysapers.

A startup, então, resolveu aproveitar as vantagens que uma plataforma digital oferece, para atender a outras demandas do mercado, como desenvolvimento de soluções inovadoras de negócio e suporte a diversas tecnologias SAP. “Hoje, a Easysapers proporciona maior agilidade na contratação e entrega de projetos, com o menor custo do mercado. Além disso, nossos clientes têm acesso a dashboards para uma gestão 100% digital dos serviços contratados”, diz Sandaniel.


Rota de crescimento

Hoje, a Easysapers atua com três linhas de serviço: desenvolvimento de soluções digitais inovadoras com tecnologias SAP, alocação pontual de consultores SAP e suporte a aplicações SAP utilizando a plataforma como um SaaS (software como serviço).

A startup, que nasceu com investimentos próprios de seus três fundadores, possui 14 clientes e 500 consultores cadastrados em sua plataforma. Entre agosto do ano passado e março deste ano, teve um faturamento de R$ 220 mil, sendo que, somente no último mês, o montante foi de R$ 58 mil.

A Easysapers, que inovou a maneira de se fazer negócios, alterando radicalmente o modelo atual de consultoria, tem planos de buscar investimentos para 2019, com o objetivo de acelerar o seu crescimento. “Vemos com bons olhos os programas de aceleração e estamos abertos a oportunidades”, aponta o COO da empresa.

Este texto foi originalmente publicado em http://www.papofacil.com.br/2019/06/352-easysapers.html

quarta-feira, 12 de junho de 2019

PAPOFÁCIL #351 BIMachine Inteligência para os negócios

Douglas Scheibler, CEO e fundador, conta sobre a origem da empresa nacional especializada em BI que por meio de análise de informações, tem soluções presentes em diversos segmentos que trazem apoio às tomadas de decisão.

Gravado dia 29/05/2019 na Conferência Data & Analytcs do Gartner 

PAPOFÁCIL #351 BIMachine Inteligência para os negócios








Intuição versus análise de dados na gestão
Douglas Scheibler, CEO da BIMachine

O poder decisório significa alta responsabilidade e inúmeros riscos. Neste cenário caótico, analisar dados é indispensável e é o que justifica uma determinada medida ser considerada como correta, em um cenário específico, em detrimento de outras.

Desta forma, realizar análises criteriosas estabelece se uma decisão é ou não a mais indicada para o momento. Diante dessa avaliação múltipla de diferentes possibilidades e cenários, os gestores podem garantir todas as bases de uma tomada de decisão embasada e assertiva.

Se é complicado falar sobre isso, imagine fazer: atualmente, a cada vez maior e mais instaurada cultura orientada por dados substitui a análise intuitiva e baseada em impressões particulares, pessoais ou mesmo empresariais, sobre o mercado. Embora o que chamamos de “feeling” ainda tenha seu valor, este deve ser substituído por uma abordagem qualitativa e quantitativa mais exata, mais precisa, para conduzir análises estratégicas das informações.

E, ao contrário do que se possa pensar, esta não é uma questão de conhecimento e concordância geral: mesmo diante das implicações negativas que o “achismo” pode ter sobre os negócios, 67% dos executivos em todo o mundo ainda preferem confiar em seus instintos em detrimento da análise de dados, de acordo com o estudo CEO Survey, divulgado recentemente pela KPMG.

Por outro lado – e ainda bem -, os demais gestores ouvidos pela pesquisa já iniciaram investimentos em soluções que ampliem a busca pela democratização da informação e da ampla conexão, tendo percebido que a grande quantidade de dados gerados, armazenados e analisados exige um novo raciocínio para que as organizações continuem sendo competitivas e, de fato, possam melhorar os resultados de negócios.

A transformação não deve se restringir às informações: também precisa ser ligada à mentalidade dos profissionais, proporcionando uma percepção diferente que pode, então, ser aplicada a toda a empresa e tornar-se sua cultura orientada a dados.

As informações que auxiliam a impulsionar os resultados das estratégias e as operações das empresas devem ser o cerne de uma organização conectada e que apresenta elevada maturidade digital, advinda de um processo de transformação que transporá os silos departamentais.

Direcionar a gestão por meio da avaliação dos dados e da aplicação de análises preditivas tem o poder, ainda, de otimizar funções verticais que atuam de maneira isolada para indicarem novos modelos de negócios, que coloquem os consumidores no centro das operações, conferindo agilidade e redução de custos na tomada de decisão, além de valor ao cliente.

Isso tudo passa, é claro, por dois pilares principais: a estratégia cultural, da qual falamos em todo este artigo, e a tecnologia, pautada em soluções de Business Intelligence e Business Analytics.

Ao passo que a análise baseada na percepção intuitiva utiliza mais elementos subjetivos e suscetíveis a erro, a análise de dados tem como base informações concretas e tangíveis. A atual quebra de paradigma na gestão empresarial ocorre justamente por conta das vantagens que o modelo tecnológico apresenta.

Com o aumento crescente da produção de dados, é essencial saber como coletá-los, armazená-los, compilá-los e extrair decisões que de fato ofereçam melhores resultados de negócios.

Os processos manuais e internos costumam não apenas gerar grandes gastos, mas também baixa confiabilidade nas informações. Então, para que esta análise de dados seja de fato relevante, basta contar com plataformas tecnológicas e parceiros experts.



Lojas Pompeia melhora atendimento a 1,5 milhão de clientes com BIMachine

Melhorar o gerenciamento de funções operacionais, otimizando processos e reduzindo o tempo e a complexidade na execução de tarefas importantes para as operações diárias, bem como melhorar a assertividade das tomadas de decisão, principalmente nos setores de compras, administrativo e vendas.

Estes foram os objetivos que levaram a Lojas Pompeia, rede varejista que atende a mais de 1,5 milhão de clientes por meio de suas 77 lojas da marca Pompeia e 44 da rede Gang, integrante do mesmo Grupo Lins Ferrão, a adotar tecnologia de Business Intelligence, por meio do BIMachine.

Conforme Eduardo Cunha, diretor de TI da Lojas Pompeia, o sistema de BI e Analytics é usado para coletar informações de clientes em bases diversas, incluindo redes sociais, nas próprias lojas. 

“Os dados coletados são usados tanto pelo backoffice, para municiar as tomadas de decisão da parte operacional, quanto para as lojas, nas campanhas que são feitas e na disposição dos produtos no espaço físico”, explica o gestor.

Ele cita como exemplo de destaque no uso do BIMachine a integração do software com o aplicativo ClimaTempo, que permite à rede varejista contar com dados meteorológicos para determinar ações de venda.

Isso direciona, segundo o diretor, campanhas sazonais. “Há influência do tempo sobre o movimento das lojas ou os produtos. Há itens que são mais vendidos em dias quentes, frios, chuvosos, por exemplo. Analisar estes dados é pensar à frente do tempo”, afirma Cunha.

Ainda de acordo com o executivo, o poder de coleta e trabalho de informações trazido pelo BIMachine é usado também por uma equipe de consultores de moda da rede, que analisam os dados para definir campanhas, ações, promoções, entender que produtos têm mais ou menos saída junto aos clientes, quais as preferências de cada público, entre outros aspectos.

“E isso também é levado em consideração na hora de criar novas coleções”, complementa o gestor.

O CEO da BIMachine, Douglas Scheibler, ressalta que o setor varejista é um dos que mais expressivamente se beneficia do BI e do Analytics, tecnologias de análise e projeção que são essenciais para determinar cenários, avaliar situações e definir estratégias e ações.

“O BIMachine auxilia as empresas no entendimento de seus públicos e seus negócios. Tudo o que é relativo às áreas de atuação, preferência dos clientes, regiões de atendimento, produtos, serviços, operações internas, promoções e muito mais é passível de uma melhor gestão com base em dados seguros, refinados, organizados. É isso o que o BI entrega, e isso é ouro para gerir um negócio”, comenta o CEO.

Ainda mais quando se fala em um negócio em franco crescimento, como é o caso do Grupo Lins Ferrão, que neste mês de dezembro comemora 65 anos da Lojas Pompeia e em 2013 adquiriu a marca Gang. Hoje, o grupo está em 89% dos municípios brasileiros de forma física ou virtual.

segunda-feira, 10 de junho de 2019

PAPOFÁCIL #350 Compaq lança computadores com tecnologia Intel Optane

Camilo Stefanelli, CEO Compaq Brasil, fala do notebook e do All-in-One sendo lançados em junho e julho , rápidos, leves, avançados que usam a tecnologia Intel Optane, que acelera muito os computadores, explicada no vídeo pelo Reginaldo Rodrigues Diretor de Canais e Alianças Intel que na minha percepção fazem jus totalmente à grandeza da marca Compaq que tanto marcou o mercado mundial e brasileiro.

Gravado dia 07/06/2019 na sede da Intel 


PAPOFÁCIL #350 Compaq lança computadores com tecnologia Intel Optane
Camilo Stefanelli, CEO Compaq Brasil

PAPOFÁCIL #350 Intel explica tecnologia Intel Optane usada nos novos computadores Compaq

Reginaldo Rodrigues, Diretor de Canais e Alianças Intel





Compaq Brasil lança notebook da linha Presario com inovadora tecnologia Intel Optane
Presario CQ-17 otimiza recursos da memória e mantém preço competitivo

Compaq Brasil anuncia ao mercado o lançamento de sua nova linha de notebook: o Presario CQ-17. Com design impactante e espessura ultrafina de 17mm, o notebook traz recursos inovadores com a proposta de oferecer ao público desempenho rápido e de qualidade, por um custo acessível ao cliente final.

Presario CQ-17 apresenta como diferencial o processador Intel Core i5 e a tecnologia Intel Optane Memory de 16GB, um acelerador inteligente de sistemas que se ajusta às suas tarefas de computação, tornando tudo mais rápido e fácil. Seu software aprende automaticamente os hábitos do usuário para acelerar tarefas frequentes e personalizar a experiência do usuário.

O novo notebook Presario CQ-17 da Compaq conta também com 500GB de HD e memória RAM de 4GB para rodar aplicativos sem travamentos. Além disso, oferece segurança ao usuário através do leitor de impressão digital para o desbloqueio do Windows 10 com apenas 1 toque, o que previne o acesso de pessoas não autorizadas.  O modelo ainda apresenta porta USB tipo-C, com dimensões reduzidas e novo formato simétrico que aceita a conexão de qualquer um dos lados do conector, possibilitando cargas mais rápidas e de longa duração. Isto significa que não é mais necessário perder tempo procurando o lado correto para conectar um dispositivo.

Com preço sugerido de R$ 2.999,00, o Presario CQ-17 estará disponível em centros de revendas e distribuidoras autorizadas pela Compaq, a partir do mês de junho/2019. “Para ser rápido, não precisa ser caro”, comenta o CEO da Compaq Brasil, Camilo Stefanelli, ao ressaltar a importância da inovadora tecnologia do Optane empregada na fabricação do Presario CQ-17.

 

Sobre a GlobalK Group

A GlobalK Group é uma empresa brasileira que tem no seu core business o desenvolvimento de produtos end to end, ou seja, da concepção do produto até a prestação de serviços.  A companhia representa de forma exclusiva a marca Compaq no Brasil desde 2014. Dentro de seu acordo de licenciamento da marca, que pertence a Hewlett Packard (HP), estão inclusas inúmeras ações: desde a concepção e desenvolvimento dos produtos para o mercado nacional até distribuição, marketing e suporte técnico das linhas Compaq. A GlobalK Group segue o padrão de qualidade mundial de HP para marca Compaq, tendo os produtos auditados para garantir conformidade com as normas da companhia. O portfólio da marca contempla, atualmente, seis modelos de notebooks, além de dois modelos de desktops e um all-in-one. Mais informações: www.compaq.com.br

Este texto foi originalmente publicado em http://www.papofacil.com.br/2019/06/350-compaq-intel.html

sexta-feira, 7 de junho de 2019

PAPOFÁCIL #349 VMware Cloud on AWS está agora disponível no Brasil

José Duarte, Presidente da VMware, conta como foi estabelecida a parceria com a AWS, as características principais do serviço, demandado pelo mercado e pelos clientes que implantado em nuvem híbrida permite que clientes executem, gerenciem e protejam aplicativos em nuvens privadas da VMware e cloud da AWS.

Gravado dia 06/06/2019 no VMware Executive Summit 

PAPOFÁCIL #349 VMware Cloud on AWS está agora disponível no Brasil






VMware Cloud on AWS está agora disponível no Brasil
Serviço de nuvem híbrida possibilita que clientes executem, gerenciem e protejam aplicativos em nuvens privadas da VMware e cloud da AWS
A VMware anuncia que o VMware Cloud on AWS está disponível para o Brasil. O serviço tem como principal diferencial a possibilidade de disponibilizar o data center definido por software (SDDC) da empresa na nuvem da AWS. Com a chegada da solução no país, as companhias brasileiras conseguirão executar seus aplicativos em ambientes de nuvem privada, pública e híbrida, com acesso otimizado a serviços da AWS e proteção robusta contra desastres.
Desenvolvido em conjunto pela VMware e AWS, esta oferta, que será vendida sob demanda, permite que as equipes de TI estendam, migrem e gerenciem seus recursos baseados em nuvem com as ferramentas da VMware. A parceria traz o melhor das duas companhias, fornecendo meios para as organizações preservarem seus investimentos em aplicativos e processos existentes, ao mesmo tempo em que usufruem das capacidades avançadas e escala da nuvem pública AWS.
Segundo José Duarte, presidente da VMware Brasil, esta aliança possibilita que as corporações utilizem a elasticidade da nuvem pública, sem perder a segurança e agilidade da cloud privada. “Nós conseguimos construir uma oferta híbrida, perfeitamente integrada, que fornecerá aos clientes a garantia de um serviço de excelência, entregue pela líder em nuvem privada rodando na mais conhecida, confiável e robusta cloud pública do mundo, sem a necessidade de comprar hardware personalizado, reescrever aplicativos ou modificar modelos operacionais”, completa Duarte.
A ideia da parceria veio após constatarem que muitas empresas rodavam seus aplicativos em ambientes privados baseados em soluções da VMware e que, estes mesmos clientes, também possuíam aplicações na AWS. “Era um pedido frequente combinar as ofertas das duas companhias, pois desta forma os clientes podiam utilizar softwares e ferramentas que confiavam”, explica Rima Olinger, líder global da AWS para VMware Cloud on AWS.
“Ter o VMware Cloud on AWS disponível em nossa região permite que os clientes adicionem inovações de forma rápida e fácil às suas aplicações corporativas, integrando nativamente a plataforma moderna, confiável e escalável da AWS em um ambiente de baixa latência”, diz Cleber Morais, country manager da AWS Brasil.
O anúncio foi feito durante o VMware Executive Summit, realizado na Rede TV. O evento contou com a presenta de CIOs de empresas de diversos segmentos e discutiu como a transformação digital está impactando os negócios e o que fazer para se adaptar a ela. Para saber mais sobre o lançamento e assistir às palestras, acesse: https://executivesummit.com.br/
Mais informações sobre o VMware Cloud on AWS estão disponíveis em: https://cloud.vmware.com/

quarta-feira, 5 de junho de 2019

PAPOFÁCIL #348 SAS Forum 2019 pela primeira vez no Brasil

Cássio Pantaleoni, Presidente Brasil, fala da primeira edição do Forum que traz conteúdo internacional e muitos casos de usos do Brasil em Analytics, inteligência artificial, processamento de imagem e vídeo, análise de dados em múltiplas plataformas, etc. Conta sobre o investimento de um bilhão de dólares que o SAS está fazendo visando aprimorar o uso de AI em análise de dados.

Gravado dia 05/06/2019 no SAS Forum 2019 

PAPOFÁCIL #348 SAS Forum 2019 pela primeira vez no Brasil





Transformação digital, inovação, análise de dados, cibersegurança e diversidade estão entre os destaques do SAS Forum Brazil 2019

Com inscrições gratuitas, o evento está sendo realizado em São Paulo, nos dias 5 e 6, e mostra como a análise de dados vem impactando diversos setores do mercado
A primeira edição do SAS Forum Brazil, sendo realizada dias 5 e 6 de junho, no Villa Blue Tree, em São Paulo (SP), tem uma agenda totalmente dedicada a temas relacionados às novas tecnologias, como Big Data, transformação digital, inovação, Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Indústria 4.0, cibersegurança, ciência de dados, entre outros. Durante dois dias, a programação conta com palestras, apresentações de casos de sucesso e debates.

Promovido pelo SAS, líder global em Analytics, o Forum – cujo tema é A revolução analítica e os novos instrumentos da transformação digital -, traz uma série de palestras e apresentações voltadas para empresas do setor público e privado. Estão programadas, ainda, apresentações de casos de sucesso de empresas e órgãos como Itaú, SKY, B3, JBS, HDI Seguros, Claro, Nestlé, Portobello, Dataprev, TCU, Capes, entre outros.

Entre os palestrantes já confirmados, estão Luiza Trajano, presidente do conselho de administração do Magazine Luiza; Denis Balaguer, diretor de Inovação da EY; Martha Gabriel, professora, pesquisadora e escritora; Gustavo Fosse, diretor de TI do Banco do Brasil; Antranik Haroutiounian, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento do Bradesco; Auna Mattar, diretora de Big Data, Analytics e Inteligência Artificial na TIM Brasil; e Lucas Mendes, diretor-geral da WeWork no Brasil.

Também estarão presentes alguns dos principais executivos e especialistas do SAS, como Cássio Pantaleoni, presidente do SAS Brasil; Marvio Portela, vice-presidente do SAS América Latina; Wilson Raj, diretor global de Customer Intelligence; David Stewart, diretor de Soluções de Inteligência de Segurança para Bancos; Dan Harmeson, diretor global de Estratégias de IoT; e John Sjaastad, diretor global de Risk Consulting.






terça-feira, 4 de junho de 2019

PAPOFÁCIL #347 Samsung apresenta e explica as vantagens da tecnologia QLED 8K

Guilherme Campos, Gerente de Produto, comenta sobre os diferenciais tecnológicos da série QLED 8K de TVs explicando o aprimoramento de imagens usando inteligência artificial, a proteção contra o burn-in da tela, o elevado nível de contraste , o som imersivo e mais tecnologias que foram compartilhadas com jornalistas em um workshop técnico apresentado por engenheiros da empresa vindos da Coreia.

Gravado dia 31/05/2019 

PAPOFÁCIL #347 Samsung apresenta e explica as vantagens da tecnologia QLED 8K 







Samsung revela o lado técnico dos diferenciais das QLED 8K e 4K 2019 em evento em SP

Responsáveis da Coreia visitam o Brasil para demonstrações de performance do novo portfólio da marca e provam exclusividades dos novos modelos
  

Passados quase dois meses do lançamento da sua nova linha de televisores 2019, no último dia 02 de abril, e considerando o enorme interesse dos consumidores na tecnologia, a Samsung Electronics Co. trouxe diretamente da matriz na Coreia alguns dos responsáveis técnicos encarregados das soluções e exclusividades da sua categoria de QLED 2019. Os executivos demonstraram as mais recentes inovações tecnológicas para a imprensa da América Latina, em seu Technical Summit realizado nos dias 30 e 31 de maio.

As televisões da categoria QLED Q900, a primeira TV em 8K lançada no Brasil e premiada com o Innovation Award da CES 2019, é capaz de exibir imagens nativas em 8K1 com incrível noção de profundidade, contornos nítidos e texturas altamente detalhadas. Além disso, a Q900 vem com o processador Quantum proprietário da Samsung, a tecnologia de semicondutores para processamento de imagem com inteligência artificial2. O Quantum Processor 8K da Samsung faz automaticamente o upscaling de conteúdo de qualquer fonte com resolução menor para um formato de vídeo próximo ao 8K. Desta maneira, seus conteúdos do dia a dia, como programas de TV aberta e/ou paga, ou mesmo séries e filmes de aplicativos embarcados, trarão uma nova realidade de entretenimento.

O processador Quantum, pioneiro do setor, utiliza a tecnologia de IA para analisar milhões de imagens, podendo calibrar fontes de baixa resolução e otimizar essas imagens para a qualidade próxima ao 8K, independente do formato original. A conversão de qualidade de imagem com IA para 8K da Samsung oferece precisão e eficiência, realizando o processo de forma autônoma. Esses avanços na qualidade da imagem ficam mais evidentes em TVs de tela maiores, nas quais resoluções e nitidez mais altas podem ser exibidas adequadamente.

"Estamos entusiasmados em trazer os mais recentes avanços da Samsung em tecnologia para TVs à América Latina. Com a nossa nova categoria de televisores QLED, esperamos que os clientes aproveitem todas as nossas inovações, incluindo qualidade de imagem, upscaling com IA e recursos inteligentes e de IoT para uma vida conectada", disse Erico Traldi, diretor da divisão de TV e AV da Samsung Brasil. "Nosso compromisso é que o usuário tenha a melhor experiência possível com sua TV, e, para tanto, estamos oferecendo a mais inovadora tecnologia de qualidade de imagem disponível hoje."

Dentre os recursos inteligentes que equipam a linha de QLEDs deste ano, estão um novo aplicativo da Apple TV3 e o Apple AirPlay 2. Com integração total desses recursos à plataforma de Smart TV da Samsung, os usuários podem simplesmente selecionar o ícone do aplicativo da Apple TV para acessar todos os seus filmes do iTunes e programas de TV adquiridos. Com as Smart TVs Samsung compatíveis com o AirPlay 2, os consumidores podem facilmente reproduzir vídeos e outros conteúdos de seu iPhone, iPad ou Mac diretamente na TV.

Além dos recursos inteligentes, temos o Modo Ambiente4, para que a TV possa se adaptar à casa do consumidor e fazer parte da decoração. A TV parecerá uma bela moldura de vidro, combinando com a parede. E você pode até mesmo usar suas próprias imagens. Não haverá mais bagunça de cabos na sua sala de estar: uma conexão praticamente invisível junta todos os cabos, para sua TV ter um design sem fios aparentes.

As TVs vêm com um Controle Remoto Único5, de modo que você não precisa usar muitos controles, para controlar conversores de TV a cabo, aparelhos de Blu-ray e controles de jogo. Ele pode controlar tudo.

Juntamente com vários upgrades de qualidade de imagem em 2019, a adoção de modelos com Direct Full Array6 quase dobrou em relação ao ano passado. A tecnologia Direct Full Array privilegia o contraste nas telas, controlando os LEDs atrás do painel, e ajustando o brilho precisamente, tudo cena a cena, criando pretos mais profundos. Algoritmos que reconhecem e ajustam as cores analisam com mais precisão as características de cada cena, em tempo real, para controlar a distribuição do brilho, as intensidades de preto e a luz de fundo. Em última análise, isso permite que a nova linha de QLED TVs tenha uma excelente reprodução de cores pretas.

Para mais informações sobre a linha QLED TVs 2019 da Samsung, visite https://www.samsung.com/br/tvs/qled-tv/highlights/


1 A reprodução de materiais 8K é baseada nos padrões atuais de streaming, conectividade e decodificação de 8K. A reprodução de materiais que demandem novos padrões, podem exigir a compra de um adaptador separadamente.

2 A experiência pode variar de acordo com tipo e formato do conteúdo. IA Upscaling pode não ser aplicável a conexão com PC e certas condições do Modo Game.

3 Serviço pode não ser lançado junto com o produto e compatibilidade muda de acordo com a região. Imagens meramente ilustrativas. Disponibilidade do recurso e interface pode variar de acordo com a região. Checar antes do uso. Os provedores de conteúdo podem remover aplicativos da plataforma Smart TV ou parar de dar suporte a qualquer momento.

4 O Modo Ambiente 2.0 está disponível para toda a linha QLED 2019 (Q60, Q70, Q80 e Q900). As configurações de plano de fundo do Modo Ambiente podem variar dependendo do local em que a TV está instalada, incluindo, entre outros, designs de parede, padrões e / ou cores. É necessário utilizar o aplicativo SmartThings para tirar foto pelo celular. Todos os equipamentos precisam estar conectados na mesma rede e é necessário ter conexão de internet. O resultado da textura criada pelo Modo Ambiente pode variar de acordo com a resolução da câmera do seu celular. O Modo Ambiente incorpora a televisão à parede por meio da reprodução digital de sua textura, criando o efeito de "invisibilidade". Tal funcionalidade mantém a televisão em modo "stand by". Para mais informações acesse www.samsung.com.br/qled.

5 Controle remoto único: verifique a compatibilidade dos aparelhos conectados. Produtos anunciados podem ser descontinuados sem aviso prévio. Equipamentos precisam estar conectados por cabos HDMI para que a TV os identifique.

6 Numeração do Direct Full Array é baseada nas tecnologias de retroiluminação, antirreflexo e aprimoramento de contraste.


este texto foi originalmente publicado em http://www.papofacil.com.br/2019/06/347-samsung.html

segunda-feira, 3 de junho de 2019

PAPOFÁCIL #346 MicroStrategy traz pela primeira vez no Brasil conceito de HyperIntelligence

Celso Oliveira, Country Manager, fala da origem da empresa, completando 21 anos de Brasil, com foco em análise de dados e anuncia e a chegada do recurso HyperIntelligence que consiste de "inteligência com zero cliques", pois as   respostas chegam direto até as pessoas em seu fluxo de trabalho normal sem necessidade de entrar no programa de análise, acelerando as tomadas de decisão.

Gravado dia 29/05/2019 na Conferência Data & Analytcs do Gartner 

PAPOFÁCIL #346 MicroStrategy traz pela primeira vez no Brasil conceito de HyperIntelligence







MicroStrategy demonstra pela primeira vez no Brasil conceito de HyperIntelligence


 
A inteligência com zero cliques e as respostas chegando diretamente até as pessoas em seu fluxo de trabalho normal, sem abrir o Analytics, e até mesmo acionadas por realidade aumentada e comandos por voz, foram destaques da companhia na Conferência Gartner Data & Analytics 2019. Além disso, a MicroStrategy mediou uma mesa redonda para discutir a importância da governança de dados na transparência dos negócios e apresentou como a Inteligência Artificial e o Analytics apoiam programa de gestão da saúde populacional de uma grande operadora do setor

Empresas e pessoas são inundadas por milhares de dados, todos os dias, a todo instante; sabemos também que de todas essas informações, cerca de 30% são de fato utilizadas. Por isso, obter a informação certa, na hora certa, com agilidade e sem a necessidade de diversos cliques, é essencial. E é exatamente essa a mudança de paradigma que o HyperIntelligence é capaz de proporcionar. Apontado como a próxima era do analytics, o conceito será demonstrado pela primeira vez no Brasil em larga escala pela MicroStrategy, fornecedora líder mundial de software de análise e mobilidade empresarial, durante a Conferência Gartner Data & Analytics, que aconteceu em 29 e 30 de maio, em São Paulo, Brasil.

Esta tecnologia, que traz a inteligência artificial definitivamente para mais perto da força de trabalho e chega com a nova plataforma MicroStrategy 2019, é resultado de anos de pesquisa, dedicação exclusiva da companhia ao analytics e inúmeros feedbacks recebidos pelos usuários das soluções.  “A Hyperintelligence é, na verdade, o caminho inverso ao que todos estão habituados com o BI tradicional: as respostas encontrando quem precisa delas, em qualquer contexto de trabalho, mesmo fora do Analytics, em vez de os usuários irem buscá-las em diversos sistemas, arquivos e na internet. O que antes exigia uma série de ações, agora é feito imperceptivelmente, em tempo real, com zero cliques. Os insights surgem diretamente nos fluxos de trabalho, ou seja, as informações aparecendo e saltando aos seus olhos quando se fazem mais necessárias”, ressalta Celso Oliveira, Country Manager da MicoStrategy no Brasil.
  
A companhia demostrou ao vivo na área de exibição, de maneira interativa, como o HyperIntelligence fornece maneiras naturais e até imperceptíveis de apresentar KPIs em tempo real, informações contextuais e recomendações inteligentes, deixando para trás as tradicionais ferramentas de análise de dados e até as ferramentas de Self-Service Data Discovery. Sem falar da possibilidade de usar linguagem natural, machine learning, realidade aumentada e recursos de voz, como Alexa, da Amazon, chatbotssoftware de reconhecimento de imagem e outros aplicativos modernos, que trazem um diferencial de agilidade gigantesco. Veja neste link uma demonstração parecida com a que será feita.
  
Também durante o evento, a MicroStrategy apresentou como o analytics e a inteligência artificial apoiam o programa de gestão de saúde populacional de uma grande operadora do setor. A apresentação detalhou como o banco de dados centrado no paciente, conectado ao Microstrategy Dossier, fornece análises oportunas, precisas e úteis para gerentes de saúde da população e coordenadores de cuidados. Por meio de métricas usadas para monitorar a saúde do paciente ao longo do seu ciclo de tratamento, é possível antecipar complicações graves e evitar intervenções desnecessárias, reduzindo, assim, custos e melhorando a qualidade de vida.

Além disso, como muitas das organizações com baixa maturidade em BI não possuem um programa formal de controle de dados, segundo o próprio Gartner, faz parte da programação uma mesa redonda, mediada por Celso Oliveira, para discutir a importância da governança e também para ressaltar o fato, muitas vezes desconhecido, que implementar uma plataforma avançada de inteligência empresarial não significa abrir mão das ferramentas que os usuários mais se adaptam. A ideia é mostrar que a tecnologia hoje já permite conectar entre si ferramentas analíticas distintas, para que haja uma visão única, um aumentar do alcance dos ativos de informações e a publicação de dados regidos e certificados, que poderão ser utilizados por todos. Claro que a governança de dados não ocorre de um dia para outro, mas ela definitivamente não é um bicho de sete cabeças e não atrasa em nada a tomada de decisão. Pelo contrário, traz não só agilidade como também transparência”, finaliza Oliveira. 

este texto foi originalmente publicado em www.papofacil.com.br/2019/06/346-microstrategy.html