sábado, 16 de janeiro de 2016

Lenovo VIBE A7010 – que ótima surpresa!!

Sabíamos que a Lenovo havia adquirido a Motorola tempos atrás e que em seu país de origem (China) já fabricava smartphones. Era uma questão de tempo chegar em terras brasileiras um exemplar. Ele chegou, personificado no modelo VIBE A7010. A ideia da empresa é trabalhar a marca VIBE para aparelhos de nível de entrada e intermediários, direcionados ao público jovem, descolado e que tenham muitos recursos que satisfaçam este público. A marca MOTO (originada da Motorola) será direcionada para um segmento de intermediário ou topo.

A propósito, muito se falou em dias recentes sobre a descontinuidade da marca Motorola por parte da Lenovo. Minha opinião é que foi muito barulho para nada, uma vez que a marca MOTO continuará sendo usada. Mas afinal qual o motivo de minha surpresa com o novo VIBE? Vamos entender...



figura 01 – Lenovo VIBE – visão frontal e lateral


Para você que quer ter uma visão rápida do VIBE, logo abaixo está um resumo da minha avaliação (que é na verdade a própria conclusão do teste). Quem quiser ver o teste em profundidade, eu o convido a seguir na leitura do texto que contém muita informação e detalhes ou mesmo pular a avaliação resumida uma vez que ela se encontra replicada no final do texto (conclusão).
 

Avaliação Resumida (conclusão)


O Lenovo VIBE A7010 é um smartphone bastante sintonizado com o segmento de mercado para o qual ele é destinado. Tem visual moderno e bonito acabamento. Tela de 5.5 Full HD confere ótima legibilidade e exibição de imagens. Tem som diferenciado (Dolby). O armazenamento interno de 32 GB não vai fazer ninguém passar aperto e ainda permite expandir com cartão MicroSD até 128 GB. Seu tamanho é até um pouco menor que outros smartphones de 5.5 polegadas e pesa apenas 160 gramas.

O desempenho do VIBE é consistente, fluido, robusto e sem engasgos proporcionado pelo processador de 8 núcleos e 2 GB de memória RAM. Seu Android 5.1 vem sem programas sem utilidade. Mas a Lenovo trabalhou a interface de uma forma muito bem-feita e agradável. Embora eu quase sempre me confundia com algum atalho, ligando sem querer a lanterna muitas vezes, mas este é um problema meu, já que não achei mais relatos sobre isso.

A câmera fotográfica de 13 MP (traseira) ou 5 MP (frontal) é muito boa, registra os momentos, fotos e vídeos com competência. Tem espaço para melhoria ao capturar imagens com menor luminosidade, fotos internas ou noturnas, que aliás, muito poucos smartphones conseguem fazer com alta qualidade. Destaco o comando gestual (letra “V”) para disparar o selfie e o bom recurso de embelezamento facial, bem como boas fotos panorâmicas.

Mas se tiver que destacar a maior virtude do VIBE, foi no meu teste a duração de sua bateria. Seja em regime de stress com o WAZE ou uso normal, após testá-lo por muitos dias obtive autonomia de 7 horas a 17 horas respectivamente. Isso posiciona o VIBE como o segundo melhor desempenho de bateria de todos smartphones que já testei (sempre lembrando que faço o teste segundo o meu padrão de uso). Seu preço é de R$ 1.399,00 na venda direta da Lenovo, mas em algumas lojas virtuais pode ser encontrado a partir de R$ 1.259,00. Considero uma ótima alternativa de compra para este segmento de mercado e faixa de preço. Por isso que foi para mim uma ótima surpresa, conhecer o primeiro modelo Lenovo a chegar no Brasil.


Avaliação Completa (todos aqueles detalhes que prometi)

  

Características gerais


Destaco inicialmente o tamanho do VIBE. Sua tela é de 5.5 polegadas. Eu já estou totalmente adaptado e capturado por este formato. É o que prefiro e a sua manipulação é bem fácil (vide fotos abaixo). O nível de brilho e contraste são ótimos! Eu atribuo parte do ótimo desempenho de sua bateria à possibilidade de usar a tela com brilho reduzido, menos de 30% e ainda assim ter ótima legibilidade.

Ainda sobre suas dimensões, pesa apenas 160 gramas e de forma surpreendente, ele é menor que outros smartphones de mesmo tamanho de tela. A foto abaixo mostra o VIBE ao lado de um competente Asus Zenfone 2, aparelho do mesmo nicho de mercado. A tela tem rigorosamente a mesma área útil, mas o VIBE é um pouco menor.


figura 02 – Lenovo VIBE e Asus Zenfone 2


figura 03 – Lenovo VIBE sendo manipulado – tamanho real

Seu sistema operacional é o Android 5.1 com algumas pequenas modificações feitas pela Lenovo que tornam a interface bem interessante e fácil de usar. Em todo teste que faço eu instalo via Play StoreTODOS os aplicativos do meu dia a dia e adoto o aparelho por 3 ou 4 semanas no mínimo. Configura minhas principais 4 contas de e-mail, redes sociais, etc. A propósito, ele tem alguns aplicativos da Lenovo, mas não é enxovalhado de outros programas desnecessários. Ainda bem! Dessa forma iniciei o teste. Usando desta forma acabo por dar minha opinião mais relacionada à experiência de uso e não em testes de recursos específicos e benchmarks (que também considero importantes).


figura 04 – Lenovo VIBE


A interface prática, funcional e bonita, mas eu fiquei o tempo todo brigando com a lanterna do VIBE. A Lenovo inseriu algum atalho gestual no VIBE para ligá-la. Por isso muitas das vezes que eu desbloqueava o aparelho ele de imediato ligava a lanterna. Isso não é problema algum, mas chegou uma hora que isso começou a me irritar. Depois passou, eu me acostumei.


figura 05 – Lenovo VIBE – visão lateral


Vou detalhar adiante estes pontos, mas já quero antecipar que sua câmera é bastante competente (com espaço para melhorias) e a duração da bateria, sua autonomia de uso, para o meu padrão de uso foi FANTÁSTICA!

Dispõe do sofisticado recurso de sensor de impressão digital, muito prático para agilizar a autenticação (privacidade) que também pode ser configurado para outras funções como tirar selfie, botão de voltar, etc. Sua tela Full HD confere definição e clareza nas imagens visualização das fotos. Traz 32 GB de espaço interno, mais que suficiente para não ser pego de surpresa sem pode instalar aplicativos ou tirar fotos (isso aconteceu comigo em teste de outros smartphone recentemente). Além disso, aceita cartão microSD de até 128 GB, uma tranquilidade, ao contrário de algumas marcas super badaladas (mais que uma) que escravizam o consumidor ao espaço existente na compra do aparelho.


figura 06 – Lenovo VIBE visão frontal e traseira – preto


O nome VIBE não é à toa e alguns recursos remetem a este conceito. Tem som diferenciado. Além de ter dois alto falantes, um em cada lateral do aparelho (na verdade em cima e em baixo), dispõe do recurso DOLBY ATMOS® que traz um som mais intenso, limpo e de ótima qualidade. Ninguém vai dar uma festa com o som do Lenovo VIBE, mas sua qualidade é melhor que a grande maioria de smartphones que testei.


figura 07 – Lenovo VIBE visão detalhada da base do aparelho e alto-falante


A Conectividade é garantida. Funciona com redes 2G, 3G e 4G. Dispõe de Bluetooth e seu WiFi é multi padrão. Explicando melhor, funciona em 2.4 Ghz e 5.0 Ghz. Isso confere compatibilidade com os padrões 802.11 b, g, n e o mais novo “ac” (5 Ghz) de alta velocidade.

Seu “coração”, ou seja, chipset, processador e GPU não são os mais rápidos do mercado, mas o conjunto é bastante equilibrado e harmonioso. O processador funciona a 1.3 Ghz, mas são 8 núcleos!! Essa característica de projeto o torna muito econômico e ao mesmo tempo dá conta totalmente do recado. Em momento algum eu tive lentidão, engasgos, travamentos... nada disso!! Lembro que foram muitas semanas de teste.

o VIBE permite que seja configurado ambiente com contas e aplicações separadas da área normal, protegido por senha, permitindo o uso de duas contas de Whatsapp, e outras redes sociais, por exemplo. Está disponível nas cores branca e preta.


figura 08 – Lenovo VIBE visão traseira nas cores preto e branco


A tabela abaixo resume as características principais do Lenovo VIBE A7010.



figura 09 – Lenovo VIBE – características gerais




Duração da bateria


Quando avalio autonomia de smartphones faço um teste extenso, por pelo menos 20 dias. Utilizo o aparelho segundo o MEU PADRÃO de uso, que se não é o mais pesado possível (não jogo no smartphone), por outro lado uso muitos aplicativos no dia a dia.

O WAZE é fundamental para mim. Este aplicativo é o maior triturador de carga de baterias que existe. É o meu teste extremo. O VIBE se usado 100% do tempo com o Waze teria autonomia média de 7 horas. Falando de outra forma, cada 1% da carga da bateria é drenada em 4 minutos e 12 segundos. Em termos de comparação, Asus Zenfone 2 esgota sua bateria com WAZE em 4 horas e 6 minutos. Já o competente SamsungS6 Edge durou no meu teste com o Waze 5 horas e 20 minutos. O Lenovo VIBE teve o melhor desempenho de todos os aparelhos que já testei (foram muitos) em termos de autonomia usando WAZE!!
    
O outro extremo do teste da bateria é a análise de “stand-by”, smartphone ligado todo o tempo, mas sem uso. Nesta situação o VIBE ficou quase 136 horas em funcionamento (5 dias e 16 horas). Isso pode não significar muita coisa, pois não é prático ter um smartphone ligado e não usá-lo. Mas analisando estes extremos fica muito bem estabelecido o limite máximo e mínimo de a autonomia entre praticamente 7 horas e 136 horas do VIBE, apenas dependendo da forma de uso.


figura 10 – autonomia de bateria no Lenovo VIBE em diversos cenários

Esta análise é feita dia a dia, por pelo menos 20 dias (22 dias no caso do VIBE) e apuro diversos dados como tempo de uso dos principais aplicativos, tempo de tela ligada, GPS, redes sociais, chamadas de voz, percentual de uso no dia, tempo de uso, etc.



figura 11 – “diário de bordo” da avaliação da bateria(clique para ampliar)


Isso tudo me permite calcular a autonomia no caso de usar 100% da carga. Tenho a pretensão de um dia relacionar os tempos com aplicativos e duração para cada smartphone. Ainda não cheguei lá, mas posso mostrar com detalhes como o Lenovo VIBE lidou com sua bateria nestes 22 dias. E não é nada surpreendente que existam variações bem grandes no dia a dia. Não somente cada pessoa tem seu próprio perfil de uso, como a mesma pessoa usa o smartphone de forma diferente cada dia. No pior caso, obtive 11 horas de autonomia (uso muito intenso bem acima do meu uso padrão) e no melhor caso, quase 23 horas (uso bem mais leve). Na média, a bateria do Lenovo VIBE me atendeu diariamente por 17 horas. Isso fica bem claro no gráfico abaixo.



figura 12 – duração da bateria em regime de uso normal

O mesmo fenômeno acontece quando avalio o uso do WAZE de forma exclusiva (apenas usando o WAZE continuamente). Obtive autonomia entre 6.5 e 7.5 horas. A mesma pessoa, o mesmo smartphone, o mesmo WAZE, há variações de um dia para o outro. Seja por causa do percurso, uso em segundo plano, etc.


figura 13 – duração da bateria usando apenas o Waze

Portanto, quero fique muito claro, estes números dizem respeito ao MEU padrão de uso, que pode ser mais intenso ou mais leve do que o padrão do leitor ou leitora. Tenha sempre isso em mente ao ler este tipo de informação em avaliações de smartphones.

O Lenovo VIBE ainda tem, como vários smartphones, modos para reduzir o consumo, desde o modo “econômico” simples (reduz vibrações, sincroniza dados com menos frequência, etc.) como no outro extremo o modo chamado “Economia de Energia Definitiva”. Dessa forma ele muda totalmente a interface, limita a funcionalidade a chamadas de voz e SMS, de tal forma que com muito pouca carga, por exemplo 18%, ainda consegue operar por mais de 13 horas. Também permite gerenciar os aplicativos que ficam ativos em segundo plano (muitos smartphones não têm este recurso) para limitar o consumo somente àqueles que nos são mais importantes. Resumindo, o VIBE foi fantástico no gerenciamento da energia, está entre os 2 melhores que já testei.


Câmera fotográfica

    
Especificações técnicas à parte, o que interessa para o consumidor é a praticidade e a qualidade das fotos. A LENOVO fez um bom trabalho com a câmera do VIBE e há alguns pontos a serem realçados. Merecem destaque tanto as ótimas fotos, como também percebo que melhorias podem ser feitas. Costumo citar nas avaliações de smartphones que tenho publicado, que a melhor câmera que vi em minha vida foi a do Samsung S6 Edge que testei em julho passado. Virou referência para mim. É “o time a ser batido”, e não é fácil.

O VIBE é um modelo de menor custo, mas não fez feio ao capturar fotos, muito pelo contrário. Registra rapidamente a foto e tem ótima sensibilidade. Conta com um recurso mais sofisticado, como HDR (High Dynamic Range) que ajusta  a iluminação em cenas com fundo muito claro). Ao mesmo tempo a interface é bem simplificada, visando tornar fácil para o usuário. Há uma galeria com alguns efeitos (sépia, negativo, preto e branco, etc.) e também permite tirar fotos panorâmicas. Não há opção para ajustes manuais, mais apropriados para usuários com maior conhecimento de fotografia.

Não gostei de uma coisa. Ao rever a foto, imediatamente após ser capturada, gosto de fazer um zoom para olhar um detalhe da foto. Nessa hora o nível de ampliação da foto é restrito. Se quiser ver as fotos com maior detalhamento (zoom), precisa abri-la na galeria de imagens e lá sim pode ser feito o tradicional movimento de pinça e obter o zoom máximo possível. É uma limitação que para mim não faz sentido.

Vídeos podem ser capturados em FullHD (1920x1080), HD (1260x720) e Normal (640x480) a 30 quadros por segundo. A qualidade dos vídeos obtidos foi ótima! Totalmente compatível com a expectativa, embora em situações de pouca luz haja uma pequena perda de detalhes.

Pensando no perfil do consumidor deste aparelho o modo nativo, automático faz um trabalho notável. Fiz alguns registros neste modo automático (o mais comum), em 13 MP. Veja os resultados e julgue por si mesmo.


figura 14 – paisagem externa, ampla iluminação (clique para ampliar)

A foto acima é supostamente “fácil”, pois o foco é no infinito, há bastante iluminação e assim os detalhes são capturados com muita riqueza e cores bastante fiéis. Perfeito o registro!

As próximas duas fotos são de uma situação mais difícil. Ambiente interno, pouca luz e por conta da distância que tirei a foto, não deu para usar o flash (não faria diferença). O resultado é bom, a despeito de pouca iluminação, bom registro. Mas ao ver em detalhe, aplicar um grande zoom (segunda foto abaixo) percebe-se que a pouca luz implicou em pequena perda de nitidez e algum nível de ruído nos pixels. Lição básica na fotografia, luz é tudo!!


figura 15 – Lenovo VIBE – foto interna (clique para ampliar)


figura 16 – Lenovo VIBE – detalhe da foto interna com pouca luz

A próxima foto ilustra outra boa característica do VIBE. O recurso HDR permite que se tire fotos de cenas com luz de fundo intensa e ainda assim o que está no primeiro plano seja bem visível. Caso contrário (sem o HDR) ficaria muito escura a parte mais próxima da foto. Veja que há luz forte do sol no prédio e uma boa área sob a sombra que mesmo assim está bem visível.



figura 17 – foto de panorama externo usando HDR (clique para ampliar)

A próxima foto de novo ilustra o uso do VIBE em fotos em ambiente interno, mas dessa vez tirada com flash. Considero um registro competente da cena, mas poderia ter um pouco mais definição. Meu papel ser crítico e só por isso chamo a atenção para este detalhe. Um usuário comum vai ficar satisfeito com esta foto. Mas há espaço para melhorias.



figura 18 – foto interna com flash tirada em média distância (clique para ampliar)

As próximas duas fotos foram feitas com a câmera frontal do VIBE, que tem recurso de embelezamento facial. Uma suavização das cores é aplicada na pele, de forma a tornar mais homogênea a superfície. O resultado é ótimo e pode ser graduado de 1 a 7 (uso do recurso com maior ou menor intensidade).



figura 19 – selfie em ambiente externo (clique para ampliar)

Mas um dos destaques do VIBE é sua capacidade de acionar o disparo da foto pelo comando de gestos. Basta fazer com os dedos o “V” de VIBE que a foto é tirada, após uma contagem regressiva de 3 segundos, que dá tempo para tirar a mão da frente. Testei com alguns amigos e todos quiseram fazer o “V”, de todo jeito e em todo lugar, até sobre minha cabeça!!



figura 20 – selfie com amigos testando o gesto “V” para acionar o VIBE (clique para ampliar)

As próximas quatro fotos ilustram bem o comportamento do VIBE em diferentes situações. O mesmo objeto foi fotografado em diferentes condições de luz, cerca de 45 centímetros de distância.

São dois porta lápis com vários objetos coloridos. Na primeira delas o ambiente foi tornado escuro propositalmente. A janela foi fechada quase que totalmente. A foto faz parecer que havia mais luz do que havia de fato. A despeito das cores estarem “lavadas” e um pouco pálidas, existe algum ruído nos pixels. Mas ter conseguido esta foto com tão pouca luz é algo a se destacar.


figura 21 – pouca iluminação e sem flash (clique para ampliar)

A segunda foto foi feita com a mesma iluminação (quarto quase escuro), mas com flash. Todas as pequenas imperfeições da foto acima causadas pela pouca luz desapareceram. Todos os objetos estão ricamente iluminados. Mas como qualquer câmera, as cores aparecem sob flash de uma forma um pouco artificial. Grandes fotógrafos sempre orientam no sentido a evitar flash sempre que possível para obter fotos mais naturais.



figura 22 – ambiente escuro com flash (clique para ampliar)

A terceira foto é da mesma cena, mas tirada com a janela aberta, sujeita apenas à iluminação natural. Ressalto que o dia estava bem nublado e por isso o nível de luz externa não era tão intensa como seria em um lindo dia ensolarado. Mas mesmo assim há o registro de riqueza de detalhes, cores bem naturais e bastante fiéis. Isso se evidencia na foto seguinte, um recorte  que mostra um detalhe do porta lápis.

figura 23 – ambiente bem iluminado (clique para ampliar)



figura 24 – ambiente bem iluminado – detalhe dos objetos (clique para ampliar)


Conclusão


O Lenovo VIBE A7010 é um smartphone bastante sintonizado com o segmento de mercado para o qual ele é destinado. Tem visual moderno e bonito acabamento. Tela de 5.5 Full HD confere ótima legibilidade e exibição de imagens. Tem som diferenciado (Dolby). O armazenamento interno de 32 GB não vai fazer ninguém passar aperto e ainda permite expandir com cartão MicroSD até 128 GB. Seu tamanho é até um pouco menor que outros smartphones de 5.5 polegadas e pesa apenas 160 gramas.

O desempenho do VIBE é consistente, fluido, robusto e sem engasgos proporcionado pelo processador de 8 núcleos e 2 GB de memória RAM. Seu Android 5.1 vem sem programas sem utilidade. Mas a Lenovo trabalhou a interface de uma forma muito bem-feita e agradável. Embora eu quase sempre me confundia com algum atalho, ligando sem querer a lanterna muitas vezes, mas este é um problema meu, já que não achei mais relatos sobre isso.

A câmera fotográfica de 13 MP (traseira) ou 5 MP (frontal) é muito boa, registra os momentos, fotos e vídeos com competência. Tem espaço para melhoria ao capturar imagens com menor luminosidade, fotos internas ou noturnas, que aliás, muito poucos smartphones conseguem fazer com alta qualidade. Destaco o comando gestual (letra “V”) para disparar o selfie e o bom recurso de embelezamento facial, bem como boas fotos panorâmicas.

Mas se tiver que destacar a maior virtude do VIBE, foi no meu teste a duração de sua bateria. Seja em regime de stress com o WAZE ou uso normal, após testá-lo por muitos dias obtive autonomia de 7 horas a 17 horas respectivamente. Isso posiciona o VIBE como o segundo melhor desempenho de bateria de todos smartphones que já testei (sempre lembrando que o texto segundo o meu padrão de uso). Seu preço é de R$ 1.399,00 na venda direta da Lenovo, mas em algumas lojas virtuais pode ser encontrado a partir de R$ 1.259,00. Considero uma ótima alternativa de compra para este segmento de mercado e faixa de preço. Por isso que foi para mim uma ótima surpresa, conhecer o primeiro modelo Lenovo a chegar no Brasil.



figura 25 – Lenovo VIBE visão

2 comentários:

  1. COM CERTEZA UM OTIMO INTERMEDIARIO PRIME VAMOS SE DIZER...UNICO PROBLEMA QUE ESTOU TENDO COM O APARELHO É O WI-FI QUE PRATICAMENTE NAO FUNCIONA OU QUANDO DÁ SINAL NO APARELHO É BEM FRACO E DEMORA UNS 3 MIN PARA ABRIR UMA SIMPLES PAGINA, A LENOVO NAO ASSUME TAL PROBLEMA E JÁ OUVI QUE TEM MUITAS RECLAMAÇOES SOBRE ISSO

    ResponderExcluir
  2. Estou com problema serio no celular ele nao toca nas chamadas,

    ResponderExcluir