quarta-feira, 26 de junho de 2019

PAPOFÁCIL #357 Unisys Security Index™ 2019 Preocupações de segurança no Brasil

Fabio Abatepaulo, Diretor de Transformação Digital, comenta os resultados da pesquisa cujo foco é a percepção da segurança entre os usuários finais perante suas experiências no mundo digital que descobriu que 85% dos brasileiros já foram vítimas de ataques cibernéticos e que o índice de preocupação dos brasileiros cresceu cinco pontos no Brasil desde 2018, chegando a 190, e é o mais alto dos últimos seis anos.

Gravado dia 18/06/2019 

PAPOFÁCIL #357 Unisys Security Index™ 2019 Preocupações de segurança no Brasil






85% dos brasileiros já foram vítimas de ataques cibernéticos segundo pesquisa Unisys Security Index™ 2019


Estudo inédito da Unisys indica que o índice de preocupação dos brasileiros cresceu cinco pontos no Brasil desde 2018, chegando a 190, e é o mais alto dos últimos seis anos

A Unisys anuncia os resultados da 14ª edição do Unisys Security Index™, estudo global que mede anualmente as percepções dos consumidores com segurança, em quatro categorias: segurança nacional, financeira, na internet e pessoal. A pesquisa revela que uma alta porcentagem dos brasileiros (85%) já foi vítima, ou conhece alguém que tenha passado por pelo menos um tipo de fraude cibernética.
  

Entre as respostas, o recebimento de e-mails não solicitados (spam) ou com golpes (phishing) foram os mais citados (54% e 42%, respectivamente) pelos brasileiros. Na sequência, fraude com cartão bancário (39%), mensagens falsas no WhatsApp (36%) e roubo de identidade (19%) aparecem com as maiores incidências.

Esse alto número de ocorrências se reflete na preocupação dos brasileiros com roubo de identidade e fraudes bancárias, com 76% e 75% dos entrevistados apontando estar muito ou extremamente preocupados com esses temas, respectivamente. A maioria dos participantes também relatou séria preocupação com ataques de hackers e vírus cibernéticos (69%) e com a segurança das compras online (65%).
  


Outros destaques dos resultados no Brasil incluem a percepção dos respondentes sobre estratégias de governo digital para proteção de dados pessoais, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e criação do Documento Nacional de Identidade (DNI). Segundo o estudo:

  • 59% dos brasileiros estão apenas um pouco confiantes de que a LGPD vai garantir a segurança de seus dados mantidos por empresas e governos;
  • 69% deles acreditam que ter um registro de identificação unificado (DNI) melhoraria a segurança dos dados pessoais.
"O Unisys Security Index de 2019 mostra que a sensação de insegurança está aumentando no Brasil dentro das quatro áreas de análise da pesquisa. Notoriamente, os níveis de preocupação com ameaças online são os mais altos e acompanham o grande número de vítimas de ataques cibernéticos nos últimos anos. Esses resultados enfatizam que a proteção de dados ainda não é uma questão estabelecida no Brasil e que precisa ser repensada por governos, empresas e consumidores", comenta Eduardo Almeida, presidente da Unisys para América Latina.
  

O Unisys Security Index™ 2019 entrevistou mais de 13 mil consumidores em 13 países, incluindo mais de mil respondentes no Brasil, entre fevereiro e abril de 2019. A Unisys avaliou suas atitudes em uma ampla gama de questões relacionadas à segurança e criou um índice calculado de zero a 300, no qual 300 representa a preocupação mais alta. O Brasil atingiu 190 pontos nessa escala e está em no sexto lugar no ranking global:

Sobre o Unisys Security Index™
Iniciativa da Unisys Corporation (NYSE: UIS), o Unisys Security Index™ é o mais antigo monitoramento global de segurança digital. Realizado desde 2007, o levantamento oferece uma análise estatisticamente robusta sobre a percepção de segurança dos consumidores. Projetado numa escala que vai de zero a 300 (sendo o zero mais seguro e 300, menos), o índice é calculado a partir de uma metodologia que afere atitudes de pessoas ao longo de um dado período de tempo em relação a oito temas de segurança, divididos em quatro categorias: Segurança Nacional também relacionado a desastres ou epidemias; Segurança Financeira, que aborda temas como fraude bancária e obrigações fiscais; Segurança da Internet, que inclui vírus e ataques de hackers e transações online; e, por fim, Segurança Pessoal, com temas como roubo de identidade e outros. O Unisys Security Index™ de 2019 foi compilado a partir de entrevistas online realizadas entre 27 de fevereiro e 22 de março deste ano, aplicadas junto a grupos amostrais representativos com o mínimo 1.000 indivíduos dos seguintes países: Austrália, Bélgica, Brasil, Chile, Colômbia, Alemanha, Malásia, México, Holanda, Nova Zelândia, Filipinas, Reino Unido e Estados Unidos. A margem de erro em cada país é de 3,1% para mais ou para menos. A margem de erro nos resultados globais é de 0,9%, para mais ou para menos. O nível de confiança da pesquisa é de 95%.

Sobre a Unisys
A Unisys é uma empresa global de tecnologia da informação que desenvolve ao redor do mundo soluções de alto desempenho e segurança para empresas e governos cada vez mais exigentes. As ofertas da Unisys incluem softwares e serviços de segurança; serviços de transformação digital e suporte; aplicações e serviços para a indústria; além de ambientes inovadores de operação de software para computação empresarial de alta intensidade. Para mais informações sobre como a Unisys entrega melhores resultados de forma segura para seus clientes das áreas de governo, serviços financeiros e mercados comerciais, acesse www.unisys.com.br

este texto foi originalmente publicado em www.papofacil.com.br/2019/06/357-unisys.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário